Clique e assine por apenas 4,90/mês

Cinco peças de teatro para assistir on-line durante a semana

Monólogos ao vivo, festival de esquetes de humor e transmissões de peças que já estiveram em cartaz são opções para matar a saudade do teatro

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 1 jun 2020, 18h52 - Publicado em 1 jun 2020, 17h05

O teatro é uma arte viva, que demanda a troca entre atores e espectadores, certo? Certo, e ninguém disse que essa interação tem que ocorrer no mesmo espaço… Durante o período de isolamento social, diversos artistas e companhias teatrais estão explorando o teatro via transmissão on-line. Quem agradece é o público, sedento por sentar numa poltrona confortável. ouvir o terceiro sinal e ver a ‘mágica’ acontecer após a abertura das cortinas. Durante esta semana, diversas peças estarão ‘em cartaz’ pela internet. Confira:

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

40 Anos Esta Noite. Para celebrar o mês do orgulho LGBTI+, o espetáculo escrito por Felipe Cabral, com direção de Bruce Gomlevsky, será disponibilizado na internet a partir das 21h desta segunda (1). A íntegra da montagem vai poder ser acessada pelo Youtube até o dia 30 de junho:

Continua após a publicidade

“Vivemos um momento tão delicado com o isolamento social e as notícias da pandemia, que fica difícil celebrar qualquer coisa. No entanto, junho é o mês do Orgulho LGBTI+ e é importante tentar encontrar alguma alegria nesse momento. Por isso, o meu desejo de disponibilizar on-line a peça, que me trouxe tantas coisas boas. Eu espero que ela leve um pouco de amor e esperança para todos que assistirem em suas casas”, frisa Felipe Cabral. A história se passa na noite de comemoração dos 40 anos de Gabriela que, morando junto com a namorada, Clarice, convida o amigo de infância, Bernardo, e seu namorado, João, para uma discreta celebração, surpreendendo a todos com o convite para que Bernardo se torne o pai do filho que as duas estão tentando ter, sem sucesso, através da inseminação artificial.

+ Veja os lançamentos do streaming, como Netflix e Gloplay, em junho

O Carrinho de Mão. Nesta segunda (1), às 21h30, o ator Cacá Carvalho apresenta, nas redes do Sesc paulista, um trecho do espetáculo A Poltrona Escura, do italiano Luigi Pirandello. Dirigida por Roberto Bacci, a peça rendeu a Cacá o Prêmio Shell de melhor ator, além de ter sido considerada pela Associação Paulista de Críticos de Artes um dos cinco melhores espetáculos do ano. No enredo, um grande e famoso advogado desmascara a miséria da condição humana num crescendo cômico, grotesco e patético, com a revelação de um inconfessável prazer. Classificação indicativa: 16 anos.

Desamparos.

Continua após a publicidade
Cléo De Paris: teatro para o mundo todo a partir de uma cidadezinha do interior do RS Divulgação/Divulgação

Cléo De Páris e Fábio Penna, integrantes da cia. teatral paulistana Os Satyros e amigos de longa data, estão reunidos numa missão: ele é o diretor do projeto Desamparos, que consiste em lives semanais da atriz, transmitidas diretamente da longínqua Barão de Cotegipe, 7.000 habitantes, cidade natal de Cléo, no Rio Grande do Sul. Fábio passava alguns dias na casa de Cléo por conta de uma filmagem nas proximidades, e acabou tendo que permanecer por lá durante a quarentena. “Iniciamos as lives durante nossa quarentena no casarão e, por essa razão, nos servimos dos recursos que estavam ao nosso alcance, como o sino da igreja, que se ouve da cidade inteira, velas, abajur, o vasto jardim. Isso nos trouxe um clima ritualístico e potente que todo bom teatro deve ter, então optamos por manter a live nesse formato e com essa direção de arte”, conta a atriz. Além dos textos de Cléo há, também, nas lives textos de Florbela Espanca, Cecília Meireles, Milan Kundera. As apresentações ocorrem às terças, a partir das 22h, no perfil do Instagram da atriz.

Mãe Coragem. A atriz Bete Coelho vai estrelar, na quarta (3), a peça de Bertolt Brecht. Um dos textos mais conhecidos do teatro épico brechtiano, a obra narra a trajetória de uma pequena vendedora, mãe de três filhos, que sobrevive graças ao comércio de mercadorias ordinárias durante a Guerra dos Trinta Anos. Mãe Coragem faz uma reflexão densa sobre a moralidade humana em tempos de conflitos. Dirigido por Daniela Thomas, com tradução de Marcos Renaux. A montagem pode ser assistida gratuitamente pelas redes do Sesc São Paulo. Classificação indicativa: 16 anos.

+ Dez livros para estimular a leitura em adolescentes

A Casa Amarela. Também no projeto teatral do Sesc de São Paulo, na sexta-feira (5), o ator Gero Camilo vai apresentar um texto de sua autoria. A narrativa conta a vida e o sonho do pintor Vincent Van Gogh de construir uma comunidade de artistas no sul da França, bem como a relação intensa com o pintor Paul Gauguin neste período. Para assistir, é só clicar aqui. Classificação indicativa: 12 anos.

Continua após a publicidade

Bônus: além disso, rola o festival Clube da Cena – Lives, de segunda a sexta, às 22h. Durante a live, que é transmitida pelos stories do perfil no Instagram do Clube da Cena, uma esquete de dois minutos é apresentada três vezes. Na primeira vez, o material é transmitido ao público do jeito que foi ensaiada. Na segunda fase, o trabalho segue algum comando de emoção ou intenção dado pelo público. Na última exibição, o público pode alterar tudo, menos o texto.

Ao final das apresentações, o público vai escolher a variante da cena original que preferiu. Nesta semana, participam atores como Cristiana Pompeo, Cristina Fagundes, Bia Guedes, Monique Vaillé e Igor Paiva, interpretando textos de Regiana Antonini, Ivan Fernandes, entre outros dramaturgos.

Publicidade