Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Peça on-line questiona maternidade, amizade e os papéis da mulher

Novo texto de Gustavo Pinheiro tenta revelar o que se esconde por trás da vida de famílias aparentemente felizes nas redes sociais

Por Marcela Capobianco 1 dez 2020, 13h13

Convivendo com sobrinhos e afilhados – e testemunhando muitas vezes a exaustão vivida pelas mães na intensa jornada – o dramaturgo Gustavo Pinheiro escreveu a peça Nesta Data Querida em 2016. O texto ficou adormecido até agora, mas, por causa da pandemia, Pinheiro acreditou que precisaria fazer algumas alterações para incluir na peça os efeitos do isolamento social, que impactaram diretamente crianças e suas famílias. As escritoras Melina Dalboni e Luisa Prochnik foram convocadas pelo dramaturgo para atualizar o espetáculo, que estreia neste sábado, com transmissão on-line.

+ Hotel em Copacabana terá shows à beira da piscina transmitidos ao vivo

Depois de meses distantes em função da pandemia, quatro grandes amigas dos tempos da faculdade se reencontram na festa de aniversário de 3 anos da filha de uma delas, em um playground. Do  encontro surge um turbilhão de sentimentos, lembranças e revelações sobre amizade, maternidade e os muitos papéis que as mulheres desempenham atualmente.

“Muitas amigas me confessam, no conforto da intimidade, o que se esconde atrás da vida aparentemente feliz das redes sociais e eu sempre achei que falar sobre isso no palco poderia ser muito libertador”, conta o dramaturgo Pinheiro.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Nesta Data Querida: conflitos sobre a maternidade ganham espaço em peça on-line
Nesta Data Querida: conflitos sobre a maternidade ganham espaço em peça on-line Elisa Mendes/Divulgação

+ Beraderos: “Papel do artista é levar informação ao público”

Elisa Pinheiro interpreta Mariana, a culpada mãe da aniversariante, executiva que se vê engolida pela missão de dar conta do mundo com dois filhos; Daniela Fontan é Tatiana, a amiga que não quer ter filhos; Juliana Guimarães encarna Juliana, lésbica cheia de dúvidas sobre a maternidade; por fim, Vilma Melo desempenha o papel de Luciana, a mãe natureba e zen que aparentemente – apenas aparentemente… – leva os filhos numa boa.

+ Juju na Trip: as melhores casa de aluguel de temporada no Rio

A direção é de Victor Garcia Peralta. As atrizes estarão no palco do Teatro PetraGold, mas o píblico assiste em casa, pela internet.

Nesta Data Querida. Estreia: sábado (5). Sábados e domingos, 17h. A partir de R$ 20,00. Vendas na Sympla. Classificação etária: 12 anos. Até 20 de dezembro.

Continua após a publicidade
Publicidade