Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

3 perguntas para Paula Toller, que se apresenta no Vivo Rio em janeiro

Emocionada com a volta aos palcos, artista comemora quarenta anos de estrada revivendo seus sucessos, entre eles Como Eu Quero e Amanhã é 23

Por Kamille Viola Atualizado em 15 dez 2021, 19h59 - Publicado em 17 dez 2021, 06h00

Voz feminina mais marcante da geração do rock dos anos 80, em 2022, Paula Toller comemora 40 anos de carreira. Ao longo desse tempo, ela colecionou sucessos à frente do Kid Abelha e em sua caminhada solo. Músicas que marcaram a vida do público, como Lágrimas e Chuva, Amanhã é 23 e Como Eu Quero.  No dia 15 de janeiro, ela sobe ao palco do Vivo Rio para enfileirar esses clássicos, além de seu lançamento mais recente, Eu Amo Brilhar — música que, aliás, contou com a participação de seu filho, Gabriel Farias.

+ Constelação musical: Universo Spanta reúne de Duda Beat a Ney Matogrosso

A cantora e compositora se apresenta acompanhada pelo lendário produtor Liminha (arranjos e violão), além de Gustavo Camardella (violão e vocal), Pedro Dias (baixo e vocal), Gê Fonseca (teclados e vocal) e Adal Fonseca (bateria). Emocionada com o retorno aos eventos presenciais, Paula falou a Veja Rio sobre seu momento atual.

Como tem sido a volta aos shows presenciais? Ando com a sensibilidade à flor da pele de tão intensas que vêm sendo essas primeiras apresentações. O que começou como uma turnê de grandes sucessos ganhou um sentido muito maior, de reencontro, de conexão com o público.

Durante a pandemia você lançou Eu Amo Brilhar. Qual a mensagem da música? Neste momento, precisamos olhar para a frente, sonhar com futuros melhores. Por isso chamei o Gabriel (Farias, seu filho), da nova geração, para cantar junto. É uma canção antiatraso.

Em 2022, você chega aos quarenta anos de carreira. O que sente ao olhar para trás? Tenho muita sorte de ter descoberto minha vocação e ter tido muito sucesso tão cedo. Trabalhei duro, claro, mas tudo que tenho de bom na vida eu consegui através da música.

Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Aterro do Flamengo. → 15 de janeiro, 21h. R$ 60,00 a R$ 300,00. Ingressos pelo http://www.eventim.com.br.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

[/newsletter]

Continua após a publicidade

Publicidade