Continua após publicidade

Orquestra Afro-Brasileira comemora 80 anos com show gratuito em Ipanema

Big band criada pelo maestro Abigail Moura em 1942 celebra também as oito décadas de Carlos Negreiros, único integrante da formação original

Por Kamille Viola
13 jun 2022, 16h44

Fundada há 80 anos, a Orquestra Afro-Brasileira comemora a data com um show gratuito nesta terça (14), às 19h, no Teatro Ipanema. O grupo mistura instrumentos da tradição ocidental, como sax e clarinete, e instrumentos afro-brasileiros, como o agogô e o berimbau. As músicas são cantadas em português e em idiomas africanos como o banto e o iorubá.

+ Planetário do Rio abre as portas para observação da superlua na terça (14)

Criada pelo maestro Abigail Moura (1904-1970) em 1942, a big band em sua primeira formação lançou apenas dois discos, sendo que o de 1968, que leva o nome da orquestra, é considerado um clássico da música brasileira. O grupo ficou 40 anos fora dos palcos, retornando, em 2017, para lançar o CD Orquestra Afro-Brasileira 75 Anos.

Compartilhe essa matéria via:

A apresentação no Teatro Ipanema também celebra os 80 anos do músico Carlos Negreiros, último remanescente da formação original, que também assina a direção artística do projeto.  O repertório passa por estilos afro-brasileiros que vão desde a hamunha, aluja e agabi, passando por maracatu, arrebate e cabula e indo até o ijexá, moçambique, congo e opanijé. As composições são do maestro Abigail Moura e de Negreiros.

Continua após a publicidade

+ Após temporada em Brasília, exposição Atrás da Grande Muralha chega ao Rio

Como parte das comemorações, o primeiro álbum do grupo, Obaluayê (1957), foi reeditado recentemente pela gravadora australiana Day Dreamer Records. Em breve, também serão lançadas, nas plataformas de streaming mixagens feitas em parceria com artistas como, Marcelo D2, Criolo, Emicida, Tropikillaz Rael, entre outros.

+ Surfistas de Trem: imagem icônica de 1989 integra nova exposição no Centro

No ano passado, a Orquestra gravou um show para ser exibido no YouTube do canal Cultne, o maior acervo digital de cultura negra da América Latina.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.