Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Novo disco de Maria Bethânia chega ao streaming no fim do mês

Sandra Pêra celebra a obra de Belchior e Detonautas fazem críticas políticas bastante ácidas no Álbum Laranja. Confira as novidades musicais

Por Marcela Capobianco Atualizado em 16 jul 2021, 15h25 - Publicado em 16 jul 2021, 06h00

A Flor Encarnada

Noturno
O novo disco de inéditas de Maria Bethânia já tem dois aperitivos a ser desfrutados pelos fãs: Lapa Santa e A Flor Encarnada. Essa última, composta por Adriana Calcanhotto, traduz a melancolia destes novos tempos.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Sandra Pêra em Belchior

Sandra Pêra em Belchior
Dirigida pela filha, Amora Pêra, a sempre Frenética faz um emocionante tributo ao músico cearense. O projeto traz duetos da cantora e atriz com Ney Matogrosso, Zeca Baleiro, Juliana Linhares e o grupo Chicas, do qual Amora faz parte.

+ Pedro Luís grava show em galeria do Inhotim

Álbum Laranja

+ Diogo Nogueira reencontra os fãs no Vivo Rio

Álbum Laranja
Tico Santa Cruz defende a ideia de que as músicas do novo trabalho do Detonautas são crônicas políticas. Faixas como Roqueiro Reaça, Micheque, Kit Gay e Mala Cheia, afiadíssimas, têm a intenção de ser um grito contra o autoritarismo e o negacionismo.

Continua após a publicidade
Publicidade