Clique e assine por apenas 4,90/mês

Maracanã pode voltar a ter sua famosa Geral

Acordo entre Flamengo e a concessionária prevê a retirada de parte dos assentos atrás dos gols

Por Dilson Júnior - 22 jun 2018, 10h00

Desde a abertura do estádio, em 1950, até ser extinta, em 2005, a Geral do Maracanã consagrou-se como um show à parte. Setor mais popular, e também mais próximo do campo, o espaço concentrava torcedores humildes e animados que assistiam aos lances de pé. Fantasiados ou com cartazes, alguns garantiram seus momentos de fama. Quando vieram as exigências para os Jogos Pan-Americanos de 2007 e, em seguida, o “padrão Fifa” na Copa do Mundo de 2014, o “maior do mundo” virou uma arena confortável, mas distante do povão e abalada por suspeitas de superfaturamento. Aos nostálgicos, uma esperança: um acordo assinado entre o Flamengo e a concessionária que administra o complexo prevê a retirada, em jogos determinados, de parte dos assentos atrás dos gols. Talvez dê até para bater uma bolinha no intervalo, como a turma na foto acima, feita em 1988.

Publicidade