Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Exposição Rio: Primeiras Poses terá visita mediada com os curadores

Mostra, que se encerra no domingo (28) no Instituto Moreira Salles, exibe fotos da cidade feitas por mestres como Marc Ferrez e Augusto Malta entre 1840 e 1930

Por Jefferson Lessa Atualizado em 2 jun 2017, 12h13 - Publicado em 26 fev 2016, 20h03

A mostra Rio: Primeiras Poses − Visões da Cidade a Partir da Chegada da Fotografia (1840-1930), em cartaz no Instituto Moreira Salles, chega ao fim no domingo (28). Na véspera, porém, o Instituto Moreira Salles promove uma visita guiada gratuita pelos curadores da exposição. Sucesso de público, com mais de 100 mil visitantes, 450 imagens de fotógrafos como Abraham-Louis Buvelot, Georges Leuzinger, Victor Frond, Augusto Stahl, Revert Henri Klumb, Albert Henschel, Marc Ferrez, Joaquim Insley Pacheco, Hubner e Amaral, Carlos Bippus, Lopes, José dos Santos Affonso, Thiele, W. Kollien, Augusto Malta e Guilherme Santos, todas pertencentes ao acervo do IMS e escolhidas entre cerca de 10 mil imagens desse período. 

Avenida Central no fim do século XIX e início do século XX
Avenida Central no fim do século XIX e início do século XX

A mostra inaugura o uso intensivo da Galeria Marc Ferrez, no IMS-RJ, para mostras permanentes de acervo. Muitas das imagens que são apresentadas nesta exposição nunca foram exibidas antes.

+Saiba aqui que outras exposições estão em cartaz na cidade

Rio Primeiras Poses
Rio Primeiras Poses

A exposição apresenta cerca de 250 fotografias originais, nas paredes e em vitrines, e mais três conjuntos de imagens em estruturas multimídia. 

Rio Primeiras Poses
Rio Primeiras Poses
Continua após a publicidade
Publicidade