Clique e assine por apenas 3,90/mês

Dalva de Oliveira é homenageada em dois espetáculos no Rio

Centenário de nascimento da estrela da era do rádio inspira as peças "Mona Canta Dalva" e "Eu Não Posso Lembrar que Te Amei"

Por Renata Magalhães - Atualizado em 13 set 2017, 13h05 - Publicado em 8 set 2017, 17h13
Tadeu Aguiar e Sylvia Massari: nos papéis de Herivelto e Dalva Carlos Costa/Divulgação

Eu Não Posso Lembrar que Te Amei. Na montagem de volta ao circuito para quatro apresentações, Sylvia Massari encarna a estrela do rádio Dalva de Oliveira e revive sua conturbada relação com o marido, o compositor Herivelto Martins (papel do também diretor Tadeu Aguiar, ao lado de Sylvia na foto). Texto de Artur Xexeo (70min). Imperator — Centro Cultural João Nogueira. Rua Dias da Cruz, 170, Méier, ☎ 2597-3897. Quinta (14) e sexta (15), 20h; sábado (16) e domingo (17), 19h. R$ 60,00 (balcão qui. e sex.) a R$ 100,00 (plateia sáb. e dom.).

Mona Vilardo: a cantora atriz de musicais encarna a diva Denise Bastos/Divulgação

Mona Canta Dalva. Clássicos do naipe de Ave Maria do Morro e As Pastorinhas, tirados do repertório de Dalva de Oliveira (1917-1972), dividem espaço na peça com cenas de sua vida. Mona Vilardo, cantora e atriz de musicais como Emilinha
e Marlene — A Era do Rádio, interpreta a vida e a obra da diva da MPB acompanhada por um trio de violão, trompete e percussão (60min). Teatro Maison de France. Avenida Presidente Antonio Carlos, 58, Centro, ☎ 3974-6644. Quarta
e quinta, 19h. Até 12 de outubro. Estreia na quarta (13). R$ 60,00.

 

Publicidade