Clique e assine por apenas 4,90/mês

Documentário sobre Passinho será exibido em três comunidades

Cajueiro, Cantagalo e Rocinha recebem sessões de filme sobre nova forma de dançar o funk

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 12h11 - Publicado em 21 Maio 2015, 17h48

Uma série de exibições gratuitas do documentário A Batalha do Passinho acontece em diversas comunidades do Rio nos próximos dias. Dirigido por Emílio Domingos, o filme lançado em 2012 já rodou festivais de cinema de várias partes do mundo.

+ Espaço Itaú de Cinema tem ingresso a R$ 4

Em todas as exibições, a presença do diretor está confirmada. Na próxima sexta (22), uma sessão acontece na quadra da escola de samba Alegria da Zona Sul, no Cantagalo, a partir das 18h. Após o documentário, Emílio e os dançarinos Cristian e Leandra Perfects conversarão com a plateia. Já no sábado (23), o filme será exibido nesse mesmo horário no Cajueiro – antes de um bate-papo do diretor com os dançarinos Cebolinha e Yuri. Fechando a série, a Rocinha tem uma exibição marcada para a próxima quarta (27), às 16h, com a presença de Emílio e dos dançarinos Jackson e Lyppe.

+ Ícone da cidade, Odeon reabre como centro cultural

A Batalha do Passinho mostra a explosão dessa nova forma de dançar o funk. Para muitos, o estilo é uma das manifestações culturais cariocas de maior importância dos últimos 10 anos. O documentário mostra de perto o fenômeno, acompanhando a sua evolução. 

+ Estrelado por Charlize Theron, Mad Max entra em cartaz

A Batalha do Passinho (Brasil, 2012. 73 minutos. Classificação livre)

Sexta (22), às 18h: Quadra da Escola de Samba Alegria da Zona Sul – Estrada do Cantagalo, 176, Copacabana. Bate-papo após a sessão: Cristian (dançarino), Leandra Perfects e o diretor Emílio Domingos

Sábado (23), às 18h: Largo do Cajueiro (em frente à Associação de Moradores da Vila Joaniza) – Vila Joaniza, Ilha do Governador. Bate-papo após a sessão: dançarinos Cebolinha e Yuri e o diretor Emílio Domingos

Quarta (27), às 16h: Biblioteca Parque da Rocinha – Estrada da Gávea, 454, Rocinha, São Conrado. Bate-papo após a sessão: dançarinos Jackson e Lyppe e o diretor Emílio Domingos.

Publicidade