Clique e assine com até 65% de desconto

Dez programas imperdíveis para o fim de semana

VEJA RIO selecionou atrações para deixar seu fim de semana mais animado. Destaque para o show de Liniker & Os Caramelows

Por Redação VEJA RIO 19 jan 2017, 15h30

Arte Cubana Contemporânea

Após um desenvolvimento considerado tardio, a videoarte ganhou impulso há alguns anos em Cuba e, desde então, é cultivada por artistas renomados do país. Oito deles estarão presentes na mostra Arte Cubana Contemporânea, em curtíssima temporada a partir de segunda (16), na Casa Museu Eva Klabin. Entre os participantes confirmados estão Diana Fonseca, Lázaro Saavedra, Marianela Orozco e Glenda Léon, essa última com a obra Cada Respiro. Avenida Epitácio Pessoa, 2480, Lagoa. Segunda (16) a quarta (18), a partir das 19h30. Grátis.

creed
Divulgação

Assassin’s Creed

Da água para o vinho, o diretor australiano Justin Kurzel saiu da nova versão de Macbeth, lançada no fim de 2015, e caiu na adaptação para o cinema do game homônimo Assassin’s Creed. Dois filmes totalmente opostos, mas com o mesmo elenco. Michael Fassbender (foto) e Marion Cotillard são os protagonistas de uma trama sem pé nem cabeça, porém embalada com criatividade visual (quase tudo na base da computação gráfica). Sentenciado à morte por assassinato no Texas, Cal Lynch (Fassbender) vê-se transportado para uma fundação em Madri. Pai e filha (Jeremy Irons e Marion), chefes desse laboratório secreto, descobriram que Lynch é descendente de Aguilar, membro de uma legião contrária aos templários, na Espanha do século XV. Por meio de uma geringonça capaz de ativar a memória genética, Lynch volta aos tempos da Inquisição para tentar localizar um artefato chamado Maçã do Éden. Ficção científica e fatos históricos se misturam, e o resultado é confuso. Como entretenimento, contudo, o longa-metragem segue a cartilha da moda e não faz feio: muita ação, estardalhaço e efeitos visuais em enredo de pouco conteúdo. Direção: Justin Kurzel (Inglaterra/EUA/França, 2016, 115min). 14 anos.

 

Felipe Vaz

Bita e a Imaginação que Sumiu

Sucesso que ultrapassa os 500 milhões de visualizações no YouTube, a animação Mundo Bita ganha os palcos. A partir do feriado de sexta (20), às 16h, o Teatro Riachuelo apresenta Bita e a Imaginação que Sumiu, uma história passada na Galáxia da Alegria. João Velho encarna o personagem-título e, ao lado de outros cinco atores, solta a voz em busca do principal combustível desse universo: a imaginação. Alessandra Colasanti assina a direção do espetáculo, voltado para a turminha de até 3 anos, com dramaturgia de João Henrique Souza e canções de Chaps Melo — ambos criadores do canal virtual. Sábado, 15h; domingo, 11h. R$ 50,00 a R$ 70,00. Até 18 de fevereiro.

A Criada

Depois dos recentes O Lamento e Invasão Zumbi, o cinema sul-coreano dá mais uma prova de criatividade (e diversidade) com A Criada. Dirigida com habilidade pelo talentoso Chan-­wook Park (de Oldboy), a história, com meandros e reviravoltas, situa-se na década de 30. Levada pelo vigarista Fujiwara (Jung-woo Ha) a se passar por uma serviçal, a jovem coreana Sook (Tae-ri Kim) aproxima-se da rica herdeira japonesa Hideko (Min-hee Kim). O plano consiste em Sook convencer a patroa a se casar com Fujiwara e abandonar o tio interesseiro (Jin-woong Jo). O realizador se distancia do convencional “filme de trapaceiros” usando erotismo, perversão e violência num roteiro bastante engenhoso, que, na me­ta­de, dá uma guinada surpreendente. Visualmente também é muito atraente, com sua detalhista recriação de época. Direção: Chan-wook Park (Ah-ga-ssi, Coreia do Sul, 2016, 144min). 18 anos.

Fábio Jr.
Gabriel Wickbold/Divulgação

Fábio Jr.

Continua após a publicidade

No repertório da turnê O que Importa É a Gente Ser Feliz, escolhido com a ajuda dos fãs, novidades como Amém, Amor dividem espaço com hits eternos do cantor (foto), como Alma Gêmea. Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo. Sábado (21), 22h. R$ 120,00 (setor 4) a R$ 250,00 (camarote A).

Frejat
Redação Veja Rio

Frejat na Arena Banco Original

Ex-líder do Barão Vermelho, Frejat encabeça as atrações na terceira semana do Arena Banco Original, festival que vem agitando o Armazém 3 do Píer Mauá com alentada programação cultural. Em show com participação da cantora Maria Gadú, o músico relembra os tempos de seu antigo grupo, interpreta hits da carreira-solo, como O Amor É Quente, visita a obra de colegas ilustres, entre eles Jorge Ben Jor, Caetano Veloso e Tim Maia, e apresenta uma versão para Só Você, de Vinicius Cantuária. O DJ Marcelinho da Lua segue com o som a partir de 0h30. No domingo (22), o evento Pôr do Samba reúne a cantora Mart’nália e o ator e músico Thiago Martins em uma animada roda, a partir das 17h. Armazém 3. Avenida Rodrigues Alves, s/nº, Cais do Porto. Sábado (21), 23h. R$ 80,00 (1º lote). Até 5 de fevereiro.

Grito de Carnaval Sebastiana e Zé Pereira

Em encontro inédito, as ligas Sebastiana e Amigos do Zé Pereira reúnem alguns dos principais blocos do Rio. Céu na Terra, Suvaco do Cristo, Quizomba e Simpatia É Quase Amor atacam sambas e marchinhas. Circo Voador. Quinta (19), a partir das 22h. R$ 60,00 (1º lote).

HARAS Rio.

No projeto que ocupa a Hípica até 16 de fevereiro, o público encontra oito espaços, com bares, food trucks e posto avançado do japonês Ten Kai. A alentada programação inclui o Samba de Santa Clara, na quinta (19). No sábado (21), o DJ Zeh Pretim (foto) recebe convidados no festejo El Rancho de Verano. Sociedade Hípica Brasileira. Avenida Borges de Medeiros, 2448, Lagoa. Quinta (19), 20h. R$ 60,00 (1º lote). Sábado (21), 17h. R$ 60,00 (mulheres, 1º lote) e R$ 80,00 (homens, 1º lote).

Liniker
TIAGO NAVAS/divulgação

Liniker & Os Caramelows

Na varanda do Vivo Rio, representantes da cena independente dos quatro cantos do país, revelados na internet, apresentam-se no Queremos! Tropical, a primeira temporada nacional do site de crowdfunding. Liniker & Os Caramelows, sensação do novo soul brasileiro, abre a programação. O músico paulista e banda passeiam pelo repertório de Remonta (2016), álbum de estreia. Vão interpretar ao ar livre temas que já conquistaram o público, como Zero e Louise du Brésil. Antes e depois, o DJ Zedoroque anima a pista. Varanda Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo. Quinta (19), a partir das 21h. R$ 100,00 (2º lote).

Elisa Mendes /Divulgação

Mata Teu Pai

Na celebração de seus vinte anos de carreira, Debora Lamm é dirigida por Inez Viana em peça de Gracê Passô escrita para ela. Inspirado no mito de Medeia, o solo Mata Teu Pai, em cartaz no Espaço Cultural Sérgio Porto, é uma promissora aposta da Cia Omondé para a temporada de 2017. O engenhoso texto narra a conhecida história da mulher que mata as filhas por vingança, após a perda de um amor, diminui o protagonismo do personagem masculino (e os ecos machistas de sua posição central na trama) e traz à tona questões atuais. Com duração curta, pouco menos  de uma hora, o espetáculo propõe uma viagem sensorial, embalada por jogos de luz e excelente trilha sonora assinada por Felipe Storino, além do coro clássico encarnado pelo grupo teatral As Meninas da Gamboa. No centro da encenação, Debora Lamm arrebata a plateia com uma personagem pela qual ainda vai ser muito lembrada.  Espaço Cultural Sérgio Porto. Sábado e segunda, 21h; domingo, 20h. R$ 40,00. Até o dia 30.

Continua após a publicidade
Publicidade