Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Curta dublado por Rodrigo Santoro chama atenção para testes com animais

Animação Save Ralph, idealizada pela Humane Society International, mostra torturas às quais bichinhos são submetidos na indústria de cosméticos

Por Marcela Capobianco Atualizado em 13 abr 2021, 13h13 - Publicado em 13 abr 2021, 13h12

Testes em animais para a produção de cosméticos são proibidos em 40 países, a exemplo de Índia, Taiwan, Nova Zelândia, Coreia do Sul, Guatemala e Austrália. No Brasil, dez estados baniram a prática, incluindo o Rio de Janeiro, em 2017.

A Humane Society International (HSI) e seus parceiros foram fundamentais para que essa proibição acontecesse. Para chamar a atenção do mundo todo para a causa, a organização convocou estrelas de Hollywood para dublar um curta de animação – bem chocante – sobre o assunto numa campanha global.

+ Cientistas da UFRJ fazem alerta sobre presença de geosmina na água

O ator Rodrigo Santoro dubla a versão brasileira do filme. Dirigido e roteirizado por Spencer Susser, responsável pelo blockbuster O Rei do Show, o curta acompanha o coelho Ralph, cobaia da indústria de cosméticos, sendo entrevistado enquanto encara a rotina diária de trabalho num laboratório toxicológico.

A versão original do curta traz os astros Zac Efron, Taika Waititi, Ricky Gervais e Olivia Munn.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

A campanha #SaveRalph aborda a questão perturbadora do teste em animais de forma bem original, usando a história do simpático animalzinho para evidenciar a situação de coelhos, ratos e porquinhos da índia submetidos a testes e sofrendo em diversos lugares.

“Quando recebi o convite para dublar o filme, fiquei impactado com o depoimento do Ralph. Depois, soube do envolvimento de artistas tão sérios pelo mundo com o projeto. Para mim, foi uma honra contribuir com uma causa tão importante. Não percam – e vamos à reflexão!”, pede Rodrigo Santoro.

+ Dona Ivone Lara ganha homenagem em live

Segundo Jeffrey Flocken, presidente da Humane Society International, #SaveRalph é um alerta de que os animais ainda estão sofrendo na indústria de cosméticos e que ainda dá tempo de pôr um ponto final nessa prática. “Hoje temos uma oferta abundante de produtos confiáveis que são livres de testes em animais e com abordagens que garantem sua confiabilidade. Não existe mais desculpa para fazermos animais como Ralph sofrerem para que a indústria possa testar seus ingredientes”, afirma.

+ Museu Nacional lança tour virtual por exposição sobre os primeiros brasileiros

Marcas como Lush, Unilever, P&G, L’Oréal e Avon, que dispensaram o uso de animais em seus testes, estão trabalhando em conjunto com a HSI para que a prática cruel e desnecessária seja banida em todo o Brasil. “Essa discussão já dura quase dez anos. Nós recrutamos Ralph como nosso porta-voz e convocamos os senadores brasileiros para votar urgentemente pela lei PLC 70/2014 e pôr um fim nesse terror”, clama Antoniana Ottoni, relações-governamentais da HSI no Brasil.

Para assistir ao curta com dublagem de Rodrigo Santoro, clique aqui. Para conferir à versão original, acesse o site da Humane Society International.

Continua após a publicidade
Publicidade