Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coisa Mais Linda: oito curiosidades sobre a segunda temporada

Produção da Netflix teve diversas cenas gravadas no hotel Copacabana Palace, mesmo com 100% de lotação dos quartos

Por Marcela Capobianco - 17 jun 2020, 16h02

A segunda temporada da série brasileira Coisa Mais Linda chega à Netflix nesta sexta (19). Na continuação da história, Malu (Maria Casadevall) continua sendo uma mulher determinada, mãe dedicada e amiga leal. No entanto, agora ela tem uma força ardente, alimentada por um grande trauma, se tornando mais forte, sem filtro e desinibida. Já Thereza (Mel Lisboa) opta por dedicar-se à casa e à família, mas não demora muito para sentir falta de outra realização: o trabalho, desta vez, em uma rádio. Antes de seu casamento, Adélia (Pathy Dejesus) pensa muito em sua infância e em seu pai, Duque (Val Perré). Ela quer começar do zero com Capitão e seguir em frente para sempre. Enquanto isso, a irmã dela, Ivone (Larissa Nunes), passa de uma adolescente típica a uma talentosa aspirante a artista, que terá a chance de provar sua capacidade para uma indústria ainda dominada por homens, com a ajuda de Malu.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Coisa Mais Linda: segunda temporada acompanha Malu (Maria Casadevall) ainda mais empoderada Netflix/Divulgação

Confira algumas curiosidades sobre a nova temporada da produção, que terá muitas cenas rodadas no hotel Copacabana Palace.

Luzes, câmera, ação! A princípio, o Copacabana Palace seria pano de fundo para uma única cena, mas a parceria cresceu e o hotel acabou se tornando cenário recorrente na segunda temporada. Foram seis cenas no total, com doze apartamentos bloqueados tanto para as gravações quanto para a produção. A equipe inteira ficou hospedada no hotel, algo incomum em filmagens no Copacabana Palace.

Continua após a publicidade

+ Mostra de cinema on-line homenageia mulheres do audiovisual

Passagens secretas. Ao todo, foram cerca de dez dias de gravação, com logística especial para entrada e saída de equipamentos – a ocupação do hotel, à época, era de 100%. No prédio anexo, foi montado um QG para a produção e, de lá, o material circulava por passagens internas, sem interferência nas áreas comuns.

À beira da piscina. Em uma das cenas rodadas às margens da icônica piscina do Copa, um grupo de turistas do Peru reconheceu o elenco de Coisa Mais Linda e aproveitou a oportunidade para cumprimentar os atores. Em outra, gravada às 5h da manhã, um hóspede resolveu descer de sunga, em plena madrugada, para nadar.

Sabores nada cenográficos. O café da manhã servido na suíte dos recém-casados Adélia e Capitão foi 100% real. Especialmente para as gravações de Coisa Mais Linda, o hotel inclusive recriou quitutes que servia nos anos 60.

Continua após a publicidade

+ Companhia teatral Os Satyros cria peça pensada para internet

Corta! As cenas no prédio principal do hotel exigiram um pouco mais de jogo de cintura. Em vários momentos, um ou outro hóspede deixava seu quarto e acabava dando de cara com Maria Casadevall, que precisou circular algumas vezes pelos corredores.

Tim-tim. O rolo de filmagem de número 100 da série aconteceu no Copacabana Palace e foi brindado com espumante, como manda a tradição. A liturgia é emprestada do cinema: todo filme rodado em 35mm que chega ao rolo de negativo (ou chassis) de número 100 precisa ser festejado pela equipe técnica e os atores.

Aula de hotelaria. O Copacabana Palace ajudou a ajustar as falas de atores que interpretaram funcionários da casa para que tudo fosse realista.

Continua após a publicidade

+ Teatro on-line: peças para assistir gratuitamente pela internet 

Um pouco de história. A apenas um quarteirão do Copacabana Palace, o Beco das Garrafas é considerado um dos berços da Bossa Nova. À época, vários músicos tocaram no Golden Room do Copa, que foi durante muito tempo a maior casa de espetáculos da América Latina. Os restaurantes à beira da piscina do hotel também sempre foram cenário de encontros e parcerias. A segunda temporada da série vai mostrar tudo isso.

 

Publicidade