Clique e assine por apenas 4,90/mês

Companhia teatral Os Satyros estreia peça totalmente pensada para internet

Através da plataforma Zoom, 14 atores encenam história que se passa em futuro distópico em que a humanidade está confinada há 5 555 dia

Por Marcela Capobianco - 12 jun 2020, 17h13

A prestigiada companhia de teatro paulistana Os Satyros estreia neste sábado (13), às 21h, a peça A Arte de Encarar o Medo, pensada 100% para o formato digital. Com texto de Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, e direção de Rodolfo García Vázquez, o espetáculo foi formulado a partir de pesquisas e impressões dos artistas do grupo sobre a experiência da quarentena, em meio à crise política nacional.

A peça será exibida pelo aplicativo de videoconferência Zoom. Os ingressos deverão ser comprados no site Sympla.

+ Fim de semana terá lives de Lulu Santos, Preta Gil e Martinho da Vila

Na montagem, 14 atores encenam, cada um na sua casa, uma história que se passa num futuro distópico, no qual as pessoas tentam reconstruir histórias de uma vida anterior à pandemia. Em quarentena há 5.555 dias, isolados e angustiados, o grupo de pessoas se conecta pela internet. Esses amigos não entendem como ainda existe energia elétrica nem acesso à web, porque as emissoras de televisão e os jornais deixaram de existir e as cidades foram abandonadas. A depressão, a solidão, o medo do contágio, a angústia pela proximidade da morte e o desespero diante dos ataques diários contra a democracia brasileira perpassam as cenas do espetáculo.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

O elenco traz artistas veteranos da companhia, como Ivam Cabral, Eduardo Chagas, Nicole Puzzi, entre outros, e conta com a participação do ator convidado César Siqueira, dos artistas mirins Nina Denobile Rodrigues e Pedro Lucas Alonso e de Ulrika Malmgren, artista sueca que já colaborou com Os Satyros em outra ocasião e participa da peça diretamente de seu país natal.

A Arte de Encarar o Medo: peça do grupo Os Satyros será transmitida pelo Zoom com 14 atores André Stefano/Divulgação

Ao longo de cada sessão, o público será convidado a contribuir com a história. Através do bate-papo da plataforma, cada espectador poderá escrever sobre seus maiores medos, e eles serão incorporados às cenas.

+ Pandemia altera cenário do mercado de livros

Uma vez por semana, as apresentações serão abertas ao público na Europa e na África, com a participação de artistas estrangeiros.

+ Músicos que se apresentam nos vagões de metrô passam “chapéu virtual” em lives

Continua após a publicidade

Ao final de cada apresentação, o público poderá ficar nas salas virtuais para um bate-papo com o elenco.

+ Como artistas de rua estão se virando na pandemia

A Arte de Encarar o Medo

Estreia: sábado (13), 21h

Temporada: sextas e sábados, às 21h, domingos às 16h

Venda de ingressos e acesso às transmissões: Sympla

Duração: 50 minutos

Classificação indicativa: 16 anos

Ingressos: R$20,00/ingresso gratuito solidário (dedicado às pessoas que se encontram em dificuldade financeira devido à crise gerada pela pandemia). A companhia pede doações (valor livre para quem queira/possa pagar mais).

 

Continua após a publicidade
Publicidade