Clique e assine por apenas 4,90/mês

Clube do Samba está de volta sob o comando de Diogo Nogueira

O filho de João Nogueira, criador do mvimento, reúne bambas da velha guarda e da nova geração em rodas no Clube Guanabara

Por Carol Zappa - 4 fev 2017, 16h35

Criado em 1979 por João Nogueira (1941-2000), como um movimento de resistência à invasão da discoteca, o Clube do Samba foi quartel-general da nata do gênero e responsável por sua revalorização. Na casa do compositor, no Méier, reuniam-se bambas do naipe de Eliseu, Marçal, Wilson das Neves, Clementina de Jesus, Roberto Ribeiro, Clara Nunes e Paulinho da Viola. Até hoje, Beth Carvalho e Martinho da Vila or­gulham-se de sua carteirinha de sócios. O clube virou bloco carnavalesco, mudou de sede algumas vezes e foi até reeditado recentemente por uma grande cervejaria. Quase quatro décadas depois, a nova gera­ção não deixa o samba morrer: filho do fundador, Diogo Nogueira reúne, em novo endereço, antigos e novos sócios, como Juliana Diniz (neta de Monarco), Inácio Rios (filho de Zé Katimba), Thais Macedo e Julio Estrela. As rodas serão, em princípio, bimestrais. A estreia, no domingo (12), marca o grito de Carnaval do bloco homônimo, que homenageia neste ano o cartunista Ziraldo.

Clube de Regatas Guanabara. Avenida Repórter Nestor Moreira, 42, Botafogo. Domingo (12), 17h. R$ 100,00 (1º lote). Desconto de 50% com a apresentação de 1 quilo de alimento não perecível.

Publicidade