Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Em nova peça, Clarice Niskier reflete sobre o amor nos tempos do vírus

Aumento de casos de violência doméstica inspirou o texto, que apresenta um contraponto, celebrando reaproximações conjugais surgidas na pandemia

Por Marcela Capobianco Atualizado em 19 mar 2021, 09h45 - Publicado em 19 mar 2021, 06h00

Trancafiada em casa com o marido e o filho durante o período de isolamento social, a atriz Clarice Niskier se assombrou com as notícias sobre o aumento de casos de violência doméstica.

+ A corrida da Fiocruz para oferecer vacinas para metade dos brasileiros

Surgiu daí a faísca para um espetáculo que fizesse o contraponto a essa dura realidade, celebrando as reaproximações e ressignificações conjugais forçadas pela pandemia.

+ Após sessões on-line, monólogo Riobaldo volta aos palcos

Em Coração de Campanha, que estreia em formato presencial no CCBB, no dia 8 de abril, uma atriz — papel de Clarice — e um diretor de escola, interpretado por Isio Ghelman, estão prestes a se divorciar, após 25 anos juntos, quando são surpreendidos pelo coronavírus. Ela fica sem trabalho e sem renda, enquanto ele passa a trabalhar em casa e propõe que os dois sigam sob o mesmo teto.

+ Teatro on-line: três monólogos elogiados para assistir em casa

Num tom leve e comovente, o casal conversa sobre amizade, amor, sexo, perdas e envelhecimento, até que novas dimensões vão surgindo na relação.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Rua Primeiro de Março, 66, Centro. Qui. a sáb., 18h. Dom., 17h. R$ 30,00. Ingressos pelo eventim.com.br. Até 30 de maio.

Continua após a publicidade
Publicidade