Clique e assine por apenas 4,90/mês

Carnaval reunirá 6 milhões e prefeitura convoca Forças Armadas

Prefeitura prevê impacto de R$ 3,5 bilhões na economia. Folia terá valor recorde de captação de recursos por parceiros privados: R$ 38,5 milhões

Por Redação VEJA RIO - 11 jan 2018, 17h30

Nesta quinta (11), a Prefeitura do Rio informou que espera 6 milhões de foliões na cidade durante o carnaval, sendo 1,5 milhão de turistas. Com tanta gente, o esquema de segurança que será implantando deverá contar com o apoio das Forças Armadas, assim como ocorreu durante os Jogos Olímpicos Rio 2016. A Riotur já encaminhou o pedido para oficializar o apoio.

Além dos militares, pela primeira vez a segurança irá contar com vigilantes de empresas privadas: Ao todo, serão 3.375. Haverá também centros de videomonitoramento (com 70 câmeras), custeadas pela verba dos patrocinadores do evento. Segundo a prefeitura, este ano bateu recorde de captação de parceiros privados, que somam R$ 38,5 milhões de apoio. Para a maior segurança dos investimentos, haverá ainda 12 equipes de fiscalização para impedir que marcas que não sejam patrocinadoras da folia se aproveitam da movimentação dos blocos.

Segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas divulgado em entrevista dada pela Riotur e pelo prefeito Marcelo Crivella, o impacto na economia será de R$ 3,5 bilhões. 

Publicidade