Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Artista visual carioca leva exposição interativa para Nova York

A mostra "Construindo" é formada por autorretratos de Camila Marchon

Por Guilherme Scarpa Atualizado em 6 abr 2018, 15h56 - Publicado em 6 abr 2018, 15h36

A artista visual Camila Marchon, que há sete anos promove a exposição Construindo –  baseada em autorretratos de partes de seu corpo – , vai levar a mostra para Nova York em junho.  “Me fotografo uma vez por ano, e todo ano misturo pedaços mais antigos com os mais recentes do meu corpo. Eu acabo me conhecendo melhor através das montagens que os outros fazem de mim”, diz ela, sobre a mostra, que é totalmente interativa.

Antes de expor o trabalho na 12ª edição da Anarko Art Lab, em Manhattan, no evento realizado pela artista brasileira Adriana Varella, Camila deixa suas caixas de fotografias recortadas à disposição do público do Art in Process Festival, no Rio, para que, com o auxílio de papel em branco, tinta, lápis de cor, cola e tesoura, eles possam “montá-la” e, assim, também terem seus trabalhos expostos.

Trabalhos feitos a partir dos autorretratos de Camila, que leva o trabalho para Nova York em junho Reprodução/Divulgação

Carioca, Camila também integra o acervo permanente do Museu de Arte Moderna do Rio com o curta-metragem 27anos16h,  já exibido no Festival de Nodo CCS Internacional Art Video, na Venezuela, no 7º Cairo Video Festival, no Egito.

Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ. Avenida Rui Barbosa, 762, Flamengo. Nesta sexta (6), 16h às 21h. Grátis. 

Continua após a publicidade
Publicidade