Clique e assine por apenas 4,90/mês

Arte contemporânea de Angola ganha mostra na Caixa Cultural

Com obras de três artistas, a exposição "Daqui pra Frente" discute as tensões nas relações entre ex-colônia e colonizador

Por Renata Magalhães - 22 mar 2017, 12h45

A nova geração de artistas de Angola é representada por três nomes em exposição na Caixa Cultural: Délio Jasse, Mónica de Miranda e Yonamine apresentam obras que mapeiam a fronteira estética do país e revisitam imagens de um passado colonial recente. Com curadoria de Michelle Sales, a mostra Daqui pra frente – Arte contemporânea em Angola abre nesta quarta (22) e segue em cartaz até 14 de maio.

As obras de Délio Jasse traçam um embate direto de referências que fazem alusão à crise de todo o modelo colonial e seus desdobramentos contemporâneos, como guerra, exílio e perdas. Já Monica de Miranda mostra os pedaços de uma memória coletiva que resiste no tempo – angolana da diáspora, seu trabalho busca atravessar fronteiras e esboça uma paisagem de identidades plurais inspiradas pela própria existência e vivência de uma artista itinerante. Por fim, Yonamine faz referência à arte urbana, usando influências do grafite, da serigrafia e da pintura.

 Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis.

Publicidade