Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Aproveite o fim de semana no Rio com dez programas imperdíveis

VEJA RIO selecionou dez atrações para deixar seu fim de semana mais animado. Destaque para o filme Lady Macbeth, de William Oldroyd.

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 17 ago 2017, 18h58 - Publicado em 17 ago 2017, 18h57

daniella-wolf_divulgacao.jpeg
Pequeno Chef Rubayiat Daniella Wolf/Divulgação

Pequeno Chef

No sábado (19), o Rubaiyat Rio promoverá mais uma edição do Pequeno Chef, oficina de gastronomia voltada para crianças. Na edição, os pequenos de quatro a dez anos poderão colocar a mão na massa e aprender receitas de delícias como pão de queijo, hambúrguer, panqueca e espetinho. No final do encontro, papais e mamães poderão provar os pratos feitos pelos pequenos cozinheiros, que ainda levarão para casa um certificado de participação. Rubaiyat Rio. R. Jardim Botânico, 971 – Jardim Botânico. Sábado (19), às 10h30. R$ 40. Reservas no telefone 3204-9999.

coral-palavra-cantada.jpeg
Coral Palavra Cantada Divulgação

Coral Palavra Cantada

Projeto social desenvolvido pela dupla Palavra Cantada, o Coral Palavra Cantada RJ se apresenta pela primeira vez com Sandra Peres (integrante do conhecido duo, ao lado de Paulo Tatit). Sob a regência de Érica de Paula, o grupo formado por crianças com idade entre 7 e 16 anos, acompanhado por seis instrumentistas, defende hits como Bolacha de Água e Sal e Tá Combinado. Teatro Odylo Costa Filho (câmpus Uerj). Rua São Francisco Xavier, 524, Maracanã. Sábado (19), 14h30. R$ 80,00 (venda on-line, pelo site).

Isaac Karabtchevsky
Isaac Karabtchevsky Fábio Rossi

A Orquestra Petrobrás Sinfônica está celebrando 30 anos de parceria com a Petrobras e convida o público para participar desta festa. O grupo se apresentará no Teatro Municipal (Praça Marechal Floriano, s/nº, Centro) no domingo (20), às 11h30. A apresentarão terá ingressos a R$1 e contará com regência do Diretor Artístico e Regente Titular Isaac Karabtchevsky. No programa, estão obras clássicas como Cavalaria Ligeira (Franz Von Suppé), Prelúdio da Bachiana n° 4 (Heitor Villa-Lobos),Abertura da Ópera La Gazza Ladra (Gioacchino Rossini), Dança Húngara n° 5 (Johannes Brahms) e Capricho Italiano (Piotr Ilytch Tchaikovsky).

Jardim Botânico
Jardim Botânico Pedro Kirilos - Riotur

Circuito das Artes do Jardim Botânico

O Circuito das Artes do Jardim Botânico chega à sua 21 ª edição a partir de sábado (19). Durante dois finais de semana, cerca de 80 expositores ocupam 25 espaços em diversas ruas da região, como Lopes Quintas, Pacheco Leão, Rua Faro, região do Horto, entre outras. Neste período, além de abrir os ateliês do bairro para visitação, acontecem também palestras, workshops, oficinas, apresentações musicais e uma novidade: mobile gourmet, pequenos empreendedores na área de gastronomia fortalecendo essa tendência do mercado. Veja mais.

 

ROTUNDA
Redação Veja rio/Divulgação

Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência

Realizado a cada dois anos e considerado um dos mais importantes eventos de inclusão cultural do país, o Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência chega à sua 8ª edição, exibindo desta quarta (16) até o próximo dia 28, no CCBB Rio, 32 filmes de 20 países, entre eles o Brasil. São documentários inéditos, de curta e média metragem, que contam histórias protagonizadas por pessoas com diversas deficiências, como síndrome de Down, autismo, paralisia cerebral, atrofia muscular espinhal, e deficiências física, visual, auditiva e intelectual. Veja mais.

Continua após a publicidade
Coxinha de pão de queijo recheada de frango com Catupiry: atração do cardápio do Seu Vidal Yulli Nakamura/Divulgação

Festival Harmonia

Mais um evento que reúne gastronomia, música, artes e recreação infantil esteia na cidade no próximo fim de semana. De sexta (18) a domingo (20), a primeira edição do Festival Harmonia vai ocupar o Parque das Figueiras com estações de comidinhas apetitosas e cartas de bebidas para regar o paladar – cerveja artesanal, vinho e gim estão no menu. A sanduicheria Seu Vidal, campeã na última edição do especial COMER & BEBER, por exemplo, serve, além de variações de sua especialidade, a já badalada coxinha de pão de queijo recheada de frango com catupiry. Veja mais.

 

Reprodução/Reprodução

O Essencial É Invisível aos Olhos

A partir de quarta (16), a Galeria 1 da Caixa Cultural vai abrigar uma floresta encantada — e a travessia proporcionará uma experiência por vários sentidos. Idealizada pela dupla VJ Suave, formada pelos artistas audiovisuais Ygor Marotta e Ceci Soloaga, a instalação interativa O Essencial É Invisível aos Olhos mistura realidade virtual e animação em 3D, com o objetivo de apresentar ao espectador novas formas de olhar. Munido de óculos especiais, cada visitante poderá se relacionar como quiser com o cenário virtual, pegando objetos e interagindo com os personagens que encontrar pelo caminho (como o índio na foto acima). Rua Almirante Barroso, 25, Centro. Terça a domingo, 9h às 12h e 13h às 21h. Grátis. Até 15 de outubro.

 

Fabio Borges/Divulgação

Centro Cultural Correios

Batizado com o nome que une as primeiras sílabas dos estados natais de seus integrantes, o grupo PeRiGo celebra dezessete anos em uma das novas exposições no Centro Cultural Correios, a partir de quinta (17). Edineusa Bezerril (pernambucana), Denize Torbes (nascida no Rio) e Fábio Borges (de Goiás) exibem trabalhos como a curiosa assemblage Let’s Show Them How to Play the Pipes of Peace (foto). No mesmo dia, entram em cartaz Corpo e Alma, de Vinicio Horta, inspirada no poema A Arte de Amar, de Manuel Bandeira, e uma coletiva de professores e alunos da Escola de Belas Artes da UFRJ: O Corpo Como Poética na Pintura Contemporânea. Fecham o pacote desenhos sobre linho de Celia Shalders, em Fèsta, e a segunda edição da mostra interativa Memórias do Esporte — a primeira aconteceu na Rio 2016. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis.

Reprodução/Reprodução

Afterimage

O diretor polonês Andrzej Wajda (1926-2016), realizador de trabalhos memoráveis como O Homem de Ferro e Katyn, encerrou sua carreira em alta com Afterimage. Trata-se aqui do fim da trajetória artística e pessoal de Wladyslaw Strzeminski (Boguslaw Linda, na foto), pintor vanguardista e idolatrado por seus alunos como professor de história da arte em Lodz, na Polônia. Crítico ao regime socialista, Strzeminski passou períodos obscuros sob o jugo soviético no final dos anos 40. Mutilado (ele perdeu um braço e uma perna na I Guerra), enfrentou o sistema com uma valentia ímpar. Wajda foi feliz ao escolher apenas o crepúsculo do artista. Assim, traçou um paralelo com a ascensão da ditadura stalinista e o amargo desfecho de um genialidade interrompida. Direção: Andrzej Wajda (Powidoki, Polônia, 2016, 98min). 12 anos.

Divulgação/Reprodução

Lady Macbeth

Embora o título evoque a personagem de Shakespeare, Lady Macbeth é uma adaptação da novela Lady Macbeth do Distrito de Mtsensk, do russo Nikolai Leskov. A ação, contudo, foi transferida para a Inglaterra do século 19 e se inicia flagrando o modorrento cotidiano de Katherine (Florence Pugh, na foto). Essa jovem, vendida pelos pais para um comerciante e desprezada sexualmente por ele, passa o tempo numa propriedade rural. Quando seu marido parte em viagem de negócios, a moça envolve-se com Sebastian (Cosmo Jarvis), empregado da fazenda. Em seu segundo longa-metragem, a protagonista, de apenas 21 anos, seduz com seu olhar magnético e presença imponente. Por trás da carinha ingênua, porém, esconde-se uma mulher que, em busca da liberdade, usa métodos pérfidos. Da narrativa hipnotizante aos desdobramentos imprevisíveis, a qualidade impera. Direção: William Oldroyd (Inglaterra, 2016, 89min). 14 anos.

Continua após a publicidade
Publicidade