Clique e assine por apenas 4,90/mês

Aline Deluna dá show de carisma em peça sobre Josephine Baker

Excelente musical cativa o público antes mesmo de abrir as cortinas

Por Renata Magalhães - 22 abr 2017, 11h30

 Josephine Baker, a Vênus Negra. Uma morena sorridente ajuda a acomodar os espectadores em seus lugares e, dona de notável presença e beleza fora do comum, começa a cativar o público. Sessão já iniciada, Aline Deluna conta como conheceu Josephine Baker (1906-1975), a original cantora americana com quem dividirá o palco durante a apresentação. Aos poucos, fica difícil separá-las, e a atriz esconde seu volumoso cabelo cacheado em uma peruca curta, completando a transformação. Delicioso, o texto de Walter Daguerre narra, em ordem cronológica, a apaixonante trajetória da cantora que sofreu preconceito em sua terra natal e virou estrela na França, unindo humor, talento e militância. A trilha sonora vai de clássicos da antiga a Love Is a Losing Game, de Amy Winehouse. O trio de jazzistas, composto de Dany Roland, Christiano Sauer e Jonathan Ferr, ainda encarna alguns personagens com falas. Otávio Muller assina a direção, cuidadosa e sofisticada, que eleva Aline à altura da estrela que representa (110min). 16 anos. Teatro Maison de France. Avenida Presidente Antônio Carlos, 58, Centro. Quinta a sábado, 20h; domingo, 19h. R$ 50,00 a R$ 60,00. Até 28 de maio.

Publicidade