Clique e assine por apenas 4,90/mês

Achados, perdidos e roubados na Cidade do Rock

Cerca de 100 objetos foram encontrados e encaminhados ao Serviço de Atendimento ao Cliente até o início da noite de sábado (19), até chapinha de cabelo

Por Luna Vale - Atualizado em 5 dez 2016, 11h54 - Publicado em 20 set 2015, 01h13

Até o início da noite de sábado (19), cerca de 100 objetos foram encontrados e encaminhados ao Serviço de Atendimento ao Cliente do Rock in Rio. Desses, 38 já haviam sido recuperados pelos seus donos. Além de concentrar o setor de achados e perdidos, o local também funciona para registro de ocorrências e reclamações – foram 39 até às 20h, muito menos do que as 251 registradas no primeiro dia de evento. A maioria diz respeito ao Sistema de BRT. Funcionários relataram que o movimento neste primeiro dia do fim de semana nem se compara ao de sexta (18), e que houve muita queixa de furtos, principalmente de celulares. Nenhum havia sido entregue à organização até o começo da noite. Documentos são os itens mais perdidos, e também os com maior índice de devolução, mas há quem tenha esquecido largada por aí uma chapinha de cabelo. Detalhe: o item é proibido na Cidade do Rock.

+ Lanches com o melhor custo-benefício na Cidade do Rock

+ Saiba tudo sobre o Rock in Rio 2015

No registro da ocorrência, a pessoa deve deixar todos os dados do que perdeu e contatos. Quem desejar registrar boletim de ocorrência na polícia tem direito a uma pulseira para ir até a delegacia montada no Riocentro e depois retornar ao evento. Objetos que não forem retirados pelos respectivos donos na Cidade do Rock serão cadastrados no site do Rock in Rio e ficarão disponíveis por 60 dias antes de serem entregues aos Correios. Uma dica passada pelos funcionários do Sac é colocar um papel com o número de telefone junto aos documentos, que costumam ser devolvidos mesmo em caso de furto.

Publicidade