Sete espetáculos se despedem do circuito

Recesso de fim de ano encerra temporadas no Rio

 

 (Joao Caldas/Divulgação)

 Num Lago Dourado. Sob delicada direção de Elias Andreato, Ana Lucia Torre e Ary Fontoura (foto) levam a plateia do riso ao choro ao tratar de temas doloridos, como relacionamentos familiares e o fim da vida (110min). 10 anos. Teatro dos Quatro. Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea. Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 80,00. Até domingo (17).

 (Ricardo Brajterman/Divulgação)

 Tom na Fazenda. Em ótima atuação, Armando Babaioff (na foto, com Camila Nhary) estrela texto do canadense Michel Marc Bouchard. Na trama, um publicitário conhece a família de seu recém-falecido namorado e descobre que ninguém sabia de sua sexualidade (110min). 18 anos. Teatro Poeirinha. Rua São João Batista, 104, Botafogo. Quinta e sábado, 21h; domingo, 19h. R$ 30,00. Até domingo (17). 

 (Dalton Valério/Divulgação)

A Lista. Após o enorme sucesso de A Alma Imoral, Clarice Niskier (foto) retomou a parceria com o diretor Amir Haddad em novo solo. Assinado pela canadense Jennifer Tremblay, o texto aborda a velocidade dos tempos modernos (60min). 16 anos. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa. Sábado e domingo, 19h30. R$ 40,00. Até domingo (17).

 (Antonio Filho/Divulgação)

 O Julgamento de Sócrates. Na comemoração de seus cinquenta anos de carreira, Tonico Pereira (foto) encara um monólogo pela primeira vez. Inspirado na obra Apologia de Sócrates, de Platão, ele atualiza o discurso e faz pertinentes analogias ao atual cenário sociopolítico brasileiro (45min). 12 anos. Teatro Candido Mendes. Rua Joana Angélica, 63, Ipanema. Sexta a domingo, 20h. R$ 50,00. Até domingo (17). 

 (Leekyung Kim/Divulgação)

Uma Espécie de Alasca. Inspirado no livro Tempo de Despertar, do neurologista Oliver Sacks, o dramaturgo Harold Pinter escreveu sobre uma mulher que descobre ter passado 29 anos dormindo por causa de uma doença. Com Yara de Novaes,
Jorge Emil (foto) e Miriam Rinaldi (60min). 12 anos. Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro. Quinta a sábado, 19h; domingo, 18h. R$ 10,00. Até domingo (17). 

 (Julia Rodrigues/Divulgação)

 Minha Vida em Marte. Autora e estrela do solo, Mônica Martelli (foto) volta a viver Fernanda na sequência de Os Homens São de Marte… E É pra Lá que Eu Vou. A personagem, antes em busca do relacionamento perfeito, agora procura assegurar a sobrevivência conjugal (70min). 14 anos. Teatro das Artes. Rua Marquês de São Vicente, 52, Gávea. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 100,00. Até domingo (17). 

 (LUCIO LUNA/Divulgação)

 Josephine Baker — A Vênus Negra. O texto de Walter Daguerre narra, em ordem cronológica, a apaixonante trajetória da cantora americana que sofreu preconceito em sua terra natal e virou estrela na França, unindo humor, talento e militância. Com Aline Deluna, em grande forma (110min). 16 anos. Teatro Maison de France. Avenida Presidente Antônio Carlos, 58, Centro. Quinta a sábado, 20h; domingo, 19h. R$ 45,00 a R$ 50,00. Até domingo (17).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s