Cruz Vermelha fala sobre reabilitação física no Baixo Suíça

Comitê Internacional da entidade apresenta projeto que atende vítimas de guerra com seminário e exposição fotográfica 

A reabilitação física através do esporte será tema de um evento do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) , no Baixo Suíça, entre os dias 9 e 18 de setembro. A casa do país europeu, instalada às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas, receberá seminário (nos dias 9, 10 e 11) e uma exposição fotográfica (de 10 a 18) organizada pela entidade, que realiza um importante programa de reabilitação de vítimas de guerra e de violência armada (veja os números abaixo). A mostra contará, através da fotografia, conquistas de atletas atendidos pelo projeto.

basquete_senegal_comitê internacinal da cruz vermelhabasquete_senegal_comitê internacinal da cruz vermelha

 (/)

Nos dias 12 e 17 de setembro, o espaço recebe a equipe de atletismo do Congo e o técnico de basquete do Afeganistão, respectivamente, que falarão de suas experiências com o CICV. “O esporte é uma ferramenta importante na promoção da inclusão social das pessoas com deficiência, porque ajuda a mudar a percepção que a comunidade tem em relação a elas. As suas habilidades passam a ser o foco, e não as suas deficiências”, observa o chefe da Delegação Regional do CICV para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, Lorenzo Caraffi.

Atleta da delegação do Congo no arremesso de peso e lançamento de dardos, Luina é uma das beneficiadas pelo programa. Em 2010, ela teve parte da perna amputada depois de pisar em uma mina terrestre em Rutshuru (Kivu do Norte). No mesmo ano, passou pelo tratamento do CICV, recebeu equipamento ortopédico e entrou para o atletismo. “Nunca imaginei que chegaria tão longe”, se emociona. Outros dois atletas de seu páis, Mwengani e Kinzonzi, competirão em provas de corrida com cadeiras de rodas doadas pelo programa. “Quando os atletas têm o equipamento correto, eles se sentem motivados”, explica o presidente do Comitê Paralímpico Nacional Congolês, Betty Miangindula.  

 

Veja os números do programa de reabilitação do CICV em 2015

Países e projetos

Países atendidos: 47

Projetos realizados: 159

Material fornecido

Próteses: 26 mil

Órteses: 102 mil

Cadeiras de rodas: 6 mil

Pares de muletas: 23 mil

Beneficiários

Pessoas que receberam o serviço: 416 mil

Pacientes de fisioterapia: 180 mil

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s