Crítica: atriz canadense contracena com iPhone em espetáculo

Peça "Siri" chega às últimas semanas no Oi Futuro Flamengo

 Siri. A premissa é simples: uma atriz canadense questiona a relação entre o homem e a tecnologia ao dividir o palco com a ferramenta de ajuda de seu iPhone. Na primeira aparição, Laurence Dauphinais surpreende ao explicar o espetáculo em português perfeito. A partir daí, começa o jogo: ela, já em francês (com legendas), propõe ao aplicativo Siri perguntas simples e questões filosóficas sofisticadas. Enquanto a plateia se distrai com as respostas obtidas por meio de inteligência artificial, Laurence reconstrói a dura história autobiográfica. A sessão perde um pouco o ritmo perto do final, mas Maxime Carbonneau acerta na precavida direção, preparando a cena para tiradas inesperadas de Siri. O cenário simples de Geneviève Lizotte e a luz marcante de Julie Basse compõem um belo visual (70min). Livre. Oi Futuro. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo. Quinta a domingo, 20h. R$ 30,00. Até domingo (17).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s