Anima Mundi: os dez filmes imperdíveis

24ª edição do segundo maior festival de animação do mundo comença nesta terça (25)

O Rio se tornará a capital da animação com a 24ª edição do festival, o segundo maior do mundo, que reunirá 406 fitas de 45 países, de terça (25) a domingo (30):

A Tartaruga Vermelha

Vencedora do Prêmio Especial do Júri na mostra Un Certain Regard, no último Festival de Cannes, a aventura de tons ecológicos marca a estreia do diretor holandês Michael Dudok de Wit (Oscar em 2001 pelo curta Father and Daughter) em longa-metragem.

Sábado (29), 20h, e domingo (30), 16h30, Cine Odeon.     

O Menino e o Mundo

O Menino e o MundoO Menino e o Mundo

 (/)

Indicado ao Oscar de Melhor Animação de 2015, o longa também venceu o Festival de Annecy, o maior evento de animação do mundo. Ele conta a história do menino que descobre um mundo fantástico.

Domingo (30), 17h, Cinemateca do MAM.     

Animais

AnimaisAnimais

 (/)

O curta-metragem do brasileiro Guilherme Alvernaz mostra a trajetória de uma família de macacos que tenta sobreviver em um ambiente devastado pela seca. Na trama, os personagens são seres humanos que se comportam como animais na floresta.

Terça (25), Cine Odeon.     

+ Saiba quais são os 25 filmes em cartaz no Rio

Shoul

ShoulShoul

 (/)

Fundador e diretor artístico do Festival Animix Tel Aviv, Nissim Nuzko vem ao Brasil para apresentar uma seleção de animações produzidas em Israel. Um dos destaques é o filme Shoul.

Quinta (27), 17h, Livraria Cultura.    

Balada de Natal

Balada de NatalBalada de Natal

 (/)

No curta checo, de Michal Zabka, um menino tenta sobreviver em um local destruído pela guerra. Enquanto foge de robôs, ele presencia um verdadeiro milagre de Natal e celebra a data com seu inimigo.

Sexta (28), 14h30, Livraria Cultura.     

O Projeto do Meu Pai

O Projeto do Meu PaiO Projeto do Meu Pai

 (/)

O curta-metragem brasileiro da animadora Rosaria, expoente da nova geração carioca, conta, por meio do humor ácido, a tumultuada relação de uma menina com seu pai.

Terça (25), 20h, Oi Futuro Ipanema.     

+ Fala Comigo é eleito o melhor filme da 18ª edição do Festival do Rio

O Ex-Mágico

O ex-mágicoO ex-mágico

 (/)

Baseado no conto O Ex-Mágico da Taberna Minhota, escrito por Murilo Rubião, o filme de Maurício Nunes utiliza técnicas de animação em 2D.

Quinta (27), 18h, Cine Odeon.     

Se Eu Fosse Deus

Se eu Fosse DeusSe eu Fosse Deus

 (/)

O novo curta do premiado diretor canadense Cordell Barker, que já esteve em outras edições do Anima Mundi, reúne técnicas como stop-motion e desenho animado. Na trama, um menino acredita ter poderes especiais.

Terça (25), 16h30, Cine Odeon.     

Sem Culpa

Sem CulpaSem Culpa

 (/)

O curta belga faz uma crítica bem-humorada à censura e ao politicamente correto nas artes. No filme, um júri sentencia à pena de morte um grupo de cartunistas.

Sexta (28), 13h30, Espaço Cultural BNDES.     

Antes e Depois

Antes e DepoisAntes e Depois

 (/)

Com direção de Minji Kang, o filme sul-coreano critica as motivações, mudanças e consequências do excesso de cirurgias plásticas e tratamentos estéticos na vida das pessoas.

Quarta (26), 13h30, Cine Odeon.     

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s