Confira 29 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

Um guia com programas para se divertir sem gastar dinheiro, com espetáculos, exposições, eventos e outras atrações

Eugênia

As mirradas informações disponíveis sobre Eugênia José de Menezes, jovem amante de dom João VI, banida da corte após ficar grávida, servem de base para o monólogo cômico estrelado por Gisela de Castro. No texto de Miriam Halfim, episódios reais são costurados a licenças narrativas e, mais importante, ácidos comentários sobre os meandros da política e a condição da mulher. Direção de Sidnei Cruz (55min). 12 anos. Reestreou em 2/7/2016. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Rua Humaitá, 163, Humaitá. Tel: 2535-3846. Sábado e segunda, 21h. Senha distribuídas a partir das 20h. 

Castelinho do Flamengo

Em sua primeira individual, Mariana Guimarães trata de sexualidade e intimidade através de obras construídas com a técnica do bordado. Como Habitar Abismos ocupa oito cômodos do espaço cultural e usa diferentes suportes, como instalações e fotografias. Ainda fazem parte da mostra os desenhos da filha de 3 anos da artista, Rosa, bordados em tecido. Curadoria de Beatriz Lemos. Praia do Flamengo, 158, Flamengo, ☎ 2205-0655, ↕ Catete. Terça a domingo, das 10h às 18h. Grátis. Até 4 de setembro.

Marcio Goldweig

Em plena era digital, o artista plástico resgata a beleza de uma arte quase antiga. Acrílicas sobre tela e xilogravuras compõem a exposição Abstrações Caligráficas, uma espécie de desafio aos dias de hoje, em que grande parte das formas de comunicação se dá através de mensagens on-line. As poucas obras impressionam pela delicadeza e precisão dos traços. Até o dia 24. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ↕ Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis.

Gustavo Malheiros


Angélica Kvieczynski cred Gustavo Malheiros_baixaAngélica Kvieczynski cred Gustavo Malheiros_baixa

 (/)

A individual Atletas de Corpo e Alma apresenta fotos de momentos únicos vividos por esportistas e paraesportistas de diferentes modalidades. O objetivo é tocar o público através da captura de momentos que vão além da rotina dos treinos e mostram a humanidade e paixão de cada um. Até 28 de agosto. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ↕ Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis.

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas


GentilezaGentileza

 (/)

Idealizada pelo produtor e publicitário Fernando Oliveira, a mostra Gentileza — O Verde Amarelo do Rio faz uma homenagem aos vinte anos do falecimento do Profeta Gentileza. Quadros, instalações e esculturas de grandes nomes do grafite e das artes plásticas, como Acme, Marcelo Jou e Lucas Naylor, foram criados com base na obra do famoso artista de rua. Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎ 2215-0621. Terça a domingo, 10h às 18h. Grátis. Até o dia 31.

Galeria Inox

Em sua terceira visita ao Brasil, o espanhol Xevi Solà apresenta Pintura sobre Pintura, individual com treze obras que subvertem artistas clássicos como Francis Bacon, Van Gogh, Kandinsky, Matisse,  Munch e Da Vinci. Avenida Atlântica, 4240, subsolo 101, Copacabana, ☎ 2521-9940. Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 11h às 19h. Grátis. Até o dia 23.

Galeria Marcelo Guarnieri

Em sua primeira individual no Rio, o artista japonês Masao Yamamoto exibe três séries fotográficas: A Box of Ku, Nakazora e Kawa=Flow, com obras produzidas desde 1990 em arte analógica. Ainda são apresentadas cinco caixas-poema com fotografias e um haicai no interior. Rua Teixeira de Melo, 31, lojas C e D, Ipanema, ☎ 2523-6157. Segunda a sexta, 11h às 18h; sábado, 11h às 15h. Grátis. Até o dia 23.

Bruno Castaing

Áqua Rio

Áqua Rio

O fotógrafo francês aporta na cidade com a mostra Áqua Rio, que apresenta um olhar tipicamente carioca sobre grandes nomes do esporte. Os 25 retratos foram manipulados em programas de edição para pôr os atletas em uma espécie de aquário de visitação. Galeria da Aliança Francesa. Rua Muniz Barreto, 746, Botafogo, ☎ 3299-2000, ↕ Botafogo. Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 9h às 13h. Grátis. Até 10 de setembro. Abertura prometida para terça (12).

Daniel Mattar


Herois NacionaisHerois Nacionais

 (/)

Reconhecido por seu trabalho no universo da moda, o fotógrafo deixa sua zona de conforto para apresentar a individual Heróis Nacionais, inspirada na temática olímpica. Dezoito imagens, sendo nove inéditas, trazem atletas nacionais como modelos, entre eles Lara Puglia, do nado sincronizado, e as irmãs judocas Raquel e Rafaela Lopes. Shopping Leblon. Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, 2º piso, Leblon, ☎ 2430-5122. Segunda a sábado, 10h às 22h; domingo, 12h às 21h. Grátis. Até o dia 24. Abertura prometida para terça (12).

Festival Arte Natural


Bia BedranBia Bedran

 (/)

O evento, que ocupa o Espaço Tom Jobim durante seis dias, reúne doze atrações. Na abertura, na terça (12), às 9h, a escritora e contadora de histórias Lúcia Fidalgo e o ilustrador Daniel Azulay participam de um encontro sobre arte e pensamento. Na quinta (14), às 14h, a escritora e cantora Bia Bedran ministra aula-show para os pequenos. No domingo (17), às 11h, a peça infantil Contamundos encerra os trabalhos. Confira a programação completa em abr.ai/festival-natural. Espaço Tom Jobim. Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. Terça (12) a domingo (17). Grátis.

Fanfarra infantil

O Magnífico Voo do Homem PássaroO Magnífico Voo do Homem Pássaro

 (/)

Sucesso nas ruas do Carnaval carioca, a Orquestra Voadora, fundada em 2008, criou fama ao levar ritmos pouco comuns aos cortejos, como rock, pop, jazz, blues e música cigana. Com O Magnífico Voo do Homem Pássaro, o conjunto faz sua estreia em um espetáculo voltado para o público infantil. Depois de passar pelo Complexo da Maré, Manguinhos, Complexo do Alemão e Quinta da Boa Vista, a produção encerra a temporada com apresentações gratuitas no sábado (16), no Parque dos Patins, na Lagoa, e no domingo (17), no Coreto Modernista do Aterro Flamengo (na altura do número 20 da Praia do Flamengo). Dirigido por Ricardo A. Gadelha e com supervisão de Márcio Libar, o espetáculo faz referência ao ancestral desejo do ser humano de voar. Em cena, André Ramos, André Fioroti, Daniel Paiva, Hugo Prazeres, Juliano Pires, Leonardo Campos, Lula Mattos, Marcelo Azevedo, Marco Serra Grande, Pedro Araujo, Tiago Rodrigues, Tom Huet e Vicente Quintela criam uma sonoridade particular, que mescla instrumentos musicais com objetos do cotidiano (50min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 12/6/2016. Parque dos Patins. Avenida Borges de Medeiros, s/nº, Lagoa. Sábado (16), 16h. Grátis. Coreto Modernista. Avenida Infante Dom Henrique, Aterro do Flamengo. Domingo (17), 16h. Grátis. Informações, ☎ 99777-4447.

Literatura


Processo de Conscerto do DesejoProcesso de Conscerto do Desejo

 (/)

Em cartaz na peça Processo de Conscerto do Desejo (saiba mais na pág. 45), dirigida e protagonizada por ele, Matheus Nachtergaele lança o livro A Mariposa (Polvilho Edições, 33 págs., R$ 50,00). No encontro, o ator participa de bate-papo sobre o título, que reúne 28 poemas de Maria Cecília Nachtergaele, sua mãe, falecida em 1968 e inspiradora da montagem. Cidade das Artes — Sala de Leitura.  Avenida das Américas, 5300, Barra, ☎ 3325-0102. → Sábado (16), 16h. Grátis.

Carlos Scliar, da Reflexão à Criação


Carlos ScliarCarlos Scliar

 (/)

Trata-se de um panorama da trajetória de mais de seis décadas do renomado artista plástico Carlos Scliar (1920-2001). Gravuras, pinturas e desenhos revelam seu fascínio pela beleza de coisas simples e objetos cotidianos. A mostra reúne desde as primeiras produções dos anos 40, passando por gravuras gaúchas das décadas de 50 e 60, até chegar à icônica série comemorativa Descobrimento do Brasil. Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25,  Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Até 21 de agosto.

Densidade, Frequência, Uma ou Outra Onda


Densidade, Frequência,  Uma ou Outra OndaDensidade, Frequência, Uma ou Outra Onda

 (/)

Artista plástico premiado em Paris, Leandro Figueiredo apresenta quinze obras contemporâneas que abordam a relação do público com a arte. De traços simples, os desenhos contrastam o preto e branco do grafite com óleo de cores fortes. Os trabalhos apresentam personagens inseridos em situações do cotidiano. Alexei Waichenberg assina a curadoria. Palácio Tiradentes (Assembleia Legislativa). Rua Primeiro de Março, s/nº, Centro, ☎ 2588-1000, ↕ Carioca. Segunda a sábado, 10h às 17h; domingo e feriados, 12h às 17h. Até 5 de agosto.

Silêncio(s) do Feminino


Silêncios do FemininoSilêncios do Feminino

 (/)

Ninguém melhor do que as próprias mulheres para assumir o protagonismo na discussão sobre as vulnerabilidades socioculturais vividas pelo sexo feminino. Cinco artistas apresentam seus trabalhos em uma mostra que se propõe a abordar questões de gênero, identidade e abuso. São elas: Cris Bierrenbach, Lia Chaia, Beth Moysés, Rosana Paulino e Marcela Tiboni. A exposição reúne 36 obras, incluindo fotografias, vídeos e desenhos, com curadoria de Sandra Tucci. Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Até 21 de agosto.

Ciência Interativa

Em cartaz desde o dia 7 de abril, a exposição “Descubra e Divirta-se” integra a programação comemorativa de 21 anos da Casa da Ciência. Entre as atrações oferecidas, o público pode conferir experimentos de ótica, além de aprender como controlar os movimentos de uma bola sem tocá-la, congelar a própria sombra, flutuar em espelhos e sentar-se em um banco de pregos sem se machucar. Casa da Ciência da UFRJ. Rua Lauro Müller, 3, Botafogo, ☎ 3938-5444. Terça a sexta, 9h/20h; sábado, domingo e feriados, 10h/20h.  Até 18 de dezembro.

A Palavra Líquida

Exposição, debates e espetáculos de música, dança e teatro celebram a obra do escritor Caio Fernando Abreu (1948-1996) na segunda edição do projeto A Palavra Líquida. Na abertura da ampla programação, na segunda (6), às 15h, serão exibidos o curta História de Borboletas e o longa Onde Andará Dulce Veiga?, inspirados nos textos de Abreu. Sesc Copacabana. Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2548-1088. Grátis. A partir de segunda (6), 15h. Até 7 de agosto.

As três irmãs


as tres irmãsas tres irmãs

 (/)

Há três anos emocionando cariocas e turistas na Cidade Maravilhosa, a clássica peça “As três irmãs”, do dramaturgo russo Anton Tchekhov, volta ao jardim do Casarão Austregésilo de Athayde, no Cosme Velho, a partir sábado (4) de junho, para apresentações aos sábados e domingos, até 24 de julho, sempre às 16h.

Masao Yamamoto

Em sua primeira individual no Rio, o artista japonês exibe três séries fotográficas: A Box of Ku, Nakazora e Kawa=Flow, com obras produzidas desde 1990. Ainda são apresentadas cinco caixas-poema que possuem fotografias e um haicai no interior. Galeria Marcelo Guarnieri. Rua Teixeira de Melo, 31, lojas C e D, Ipanema, ☎ 2523-6157. Segunda a sexta, 11h às 18h; sábado, 11h às 15h. Até 23 de julho.

Vânia Mignone


Vânia MignoneVânia Mignone

 (/)

A terceira exposição individual da artista paulistana exibe 28 trabalhos em duas séries: uma em papel e outra de pintura e colagem sobre MDF. Galeria Mercedes Viegas. Rua João Borges, 86, Gávea, ☎ 2294-4305. Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 15h às 19h. Grátis. Abertura prometida para quarta (15). Até 16 de julho.

Ellas by Massena


Ellas by MassenaEllas by Massena

 (/)

O projeto de alma feminina apresenta desenhos feitos pelo brasileiro Andy Massena, baseados em uma enquete instigante espalhada por ele nas redes sociais: Massena perguntou às mulheres: “Qual a sua beleza?”. Ele recebeu 100 respostas, acompanhadas (segundo recomendação do artista) por retratos das remetentes nuas, inspiração para as ilustrações reunidas na mostra. FM Hall Estúdio (Bossa Nova Mall). Avenida Almirante Silvio de Noronha, 365, Centro, ☎ 2303-7200. Segunda a domingo, 10h às 22h. Até o dia 17 de julho.

Coletivo Um Quatro Oito

Aline Costa Miguel, Bruno Debize, Heloisa Ferreira, Leonardo Stuckert e Raphael W. Carvalho, artistas cariocas, apresentam 25 obras. Na lista cabem de rostos femininos pintados sobre tecidos estampados a pinturas feitas com rolinhos de espuma, além de ilustrações baseadas em quadrinhos e desenhos. Idélli. Rua Mena Barreto, 120, Botafogo, ☎ 2135-4430. Segunda a sexta, 9h às 20h; sábado 9h às 15h. Grátis. Até 16 de setembro.

Rio Galeria

O RIOgaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim recebe o projeto “Rio Galeria”. A iniciativa reúne artistas que usam resíduos de construções do aeroporto para criar obras de arte. Até o dia 23 de julho, essas peças estarão expostas no Píer Sul – extensão do terminal 2 com mais de 100 mil m² e 26 novas pontes de embarque –, e parte do valor arrecadado será revertido para a comunidade da Maré.  As peças ficarão expostas todos os dias, das 13h às 22h.

Abstrações Caligráficas


Abstrações CaligráficasAbstrações Caligráficas

 (/)

Em plena era digital, o artista plástico Marcio Goldweig resgata em suas obras a beleza das formas caligráficas. Acrílicas sobre tela e xilogravuras compõem a exposição, uma espécie de desafio aos dias de hoje, em que grande parte das formas de comunicação se dá através de mensagens on-line. Centro Cultural da Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 24 de julho.

Gabriela Machado

Gabriela Machado

Gabriela Machado

Conhecida por seus trabalhos de grandes dimensões, em cores fortes, “atiradas” com vigor sobre a tela, Gabriela Machado leva a dois endereços da cidade outro tipo de produção. No Museu de Arte Moderna, estão em cartaz peças inéditas de porcelana. Na Mul.ti.plo Espaço Arte, no Leblon, ela inaugura, na terça (24), uma individual com vinte monotipias. Também expostas ao público pela primeira vez, essas obras, todas sem título, realizadas em 2011, fazem parte da série Cactus, desenvolvida durante uma residência artística nos Estados Unidos, e exibem o colorido marcante de outros trabalhos da autora. Completam o acervo selecionado um díptico e dois polípticos, todos elaborados no chão: Gabriela não gosta dos tradicionais cavaletes. “Parece que aquele espaço branco de frente para mim, antes de ser preenchido, necessita de uma hierarquia. No chão, eu simplesmente o ataco”, conta. A artista tem criações em importantes coleções brasileiras, como as de Gilberto Chateaubriand, José Mindlin, George Kornis, João Carlos Figueiredo Ferraz, Charles Cosac e a Fundação Castro Maya. Mul.ti.plo Espaço Arte. Rua Dias Ferreira, 417, sala 206, Leblon, ☎ 2259-1952. Segunda a sexta, 10h às 18h30; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 16 de julho. 

A Casa do Paraíso

Em sua terceira exposição no Rio, Ulf Lindell, nascido na Suécia, apresenta obras em técnica mista sobre alumínio. A mostra está dividida em duas partes: A Casa do Paraíso, que dá título à exposição, e A Noiva Intocável, série de monotipias vistas a partir da perspectiva de um gato. Centro de Arte Maria Teresa Vieira. Rua da Carioca, 85, Centro. Terça a sexta, 13h às 19h. Sábado, mediante agendamento, Tel: 2533-8438. Grátis. Abertura prometida para quinta (5). Até o dia 25.

Kamado


KamadoKamado

 (/)

O nome da mostra significa, em japonês, forno alimentado por carvão ou local em que se faz comida. Trata-se do novo trabalho do fotógrafo Julio Bittencourt, fruto de um mês de expedição por uma ilha abandonada no Japão. A partir do registro de objetos e cenários esquecidos, Bittencourt buscou evocar histórias e memórias locais. A série dá continuidade a trabalhos consagrados do fotógrafo, como Numa Janela do Edifício Prestes Maia, 911. No entanto, diferentemente dos outros trabalhos, em Kamado ele encara a falta de personagens reais como um processo natural. Galeria da Gávea. Rua Marquês de São Vicente, 431, loja A, Gávea, Tel: 2274-5200. Segunda a sexta, das 11h às 19h. Grátis. Visitas devem ser agendadas.

Modernidades Fotográficas, 1940-1964

Depois de estrear em Berlim, em 2013, e passar por Lisboa, Paris e Madri, a mostra chega ao Instituto Moreira Salles. São 160 trabalhos de profissionais que inauguraram a modernidade no campo da fotografia no país. As imagens, sensacionais e muito bem dispostas na galeria onde estão à mostra, vão do fotojornalismo de José Medeiros (1921-1990) ao modernismo de Marcel Gautherot (1910-1996), passando pela abstração de Thomaz Farkas (1924-2011) e a fotografia industrial de Hans Gunter Flieg. Até 26 de fevereiro de 2017. Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. →Terça a domingo, 11h às 20h.

Meditação na Praia do Flamengo

O monge Luís Carlos de Mello, do movimento religioso Happy Science (Ciência da Felicidade), faz uma sessão de meditação que dura em média 45 minutos. Mello faz uso de métodos de relaxamento e energização para introduzir os participantes a temas como espiritualização, fortalecimento da mente, controle dos pensamentos, alívio nas doenças, obtenção de curas, conexão e harmonia com universo, busca do ‘eu’ interior, entre outros.Praia do Flamengo, entre os postos 2 e 3. Todos os domingos, 11h. 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s