Clique e assine por apenas 4,90/mês

Grátis: Casa Firjan promove oficina on-line de programação para crianças

Além do inglês, adultos do futuro devem ser fluentes em programação de computadores

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 18 ago 2020, 11h13 - Publicado em 18 ago 2020, 11h07

Especialistas dizem que as crianças têm que saber programação de computadores da mesma forma como têm que aprender inglês.

+ Diretora-adjunta do MAM: “O público que ver debates sociais nos museus”

Neste sábado (22), das 15h às 17h, a Casa Firjan vai promover uma oficina gratuita, on-line, de programação para pais e filhos.  As inscrições devem ser feitas pelo site.

A atividade é indicada para crianças a partir de 9 anos, acompanhadas de um responsável. O foco da oficina é estimular o raciocínio lógico através de conceitos de Pensamento Computacional (abstração, padrões, decomposição e algoritmos) através de Scratch, linguagem de programação que segue uma lógica de fácil compreensão.

+ Luciana Brafman: Reflexões sobre a tributação dos livros

Continua após a publicidade

“Programar é um processo que abre possibilidades para novas habilidades e competências. É como aprender um novo idioma, já que o processo exige pensar de um jeito específico”, diz o professor Felipe Fernandes.

+ Boas compras: nove gadgets que todo mundo quer

Trabalhar com programação, complementa ele, também desenvolve a resiliência, já que incentiva que o programador busque caminhos e faça diferentes tentativas para encontrar a solução.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Fernandes é diretor e co-fundador da ONG Code Club Brasil que é parte de uma rede mundial de clubes de programação, o Code Club World. A oficina será executada através da plataforma Microsoft Teams e integra o programa Casa Aberta da Casa Firjan, iniciativa composta por exposições e experiências imersivas que incentivam a reflexão sobre temas relacionados à inovação, futuro e nova economia.

Continua após a publicidade
Publicidade