Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Alô, atrasados: repescagem da primeira dose está disponível até outubro

Pessoas não poderão escolher qual imunizante receber, como ocorreu no último sábado (25). Calendário de reforço segue para idosos e imunossuprimidos

Por Luiza Maia Atualizado em 27 set 2021, 12h45 - Publicado em 27 set 2021, 12h13

Os cariocas que ainda não foram se vacinar contra a Covid-19 podem participar da repescagem nos postos de saúde do Rio a partir desta segunda (27), até o fim de outubro.  

+ A vacina salva: Rio tem melhor indicador de risco para a Covid do ano

A primeira dose está disponível para todas as pessoas acima de 12 anos, após a conclusão do calendário de vacinação por idade na última sexta ( 24). Ao contrário da situação excepcional no sábado (25), em que os cariocas puderam escolher entre os três imunizantes disponíveis nos postos (CoronaVac, Pfizer e AstraZêneca), desta vez será necessário receber a vacina oferecida no local.

A vacinação com a dose de reforço também segue nesta segunda (27) para os idosos de 83 anos ou mais. O cronograma segue o escalonamento de uma idade por dia, chegando a quem tem 78 anos ou mais no sábado (2).

Pessoas com alto grau de imunossupressão com 40 anos ou mais também podem receber a terceira dose. A partir da quarta (29), estarão liberadas as pessoas de 12 anos ou mais deste grupo. Outra faixa contemplada pela campanha são os idosos a partir de 60 anos que receberam a segunda dose até 28 de fevereiro.

+ Terceira dose: Fernanda Montenegro, Suzana Vieira e outros famosos comemoram injeção de reforço

Na megarepescagem de sábado (25), o município bateu o recorde de 123 352 doses aplicadas em um único dia. Foram vacinadas 53 306 pessoas com a primeira dose em atraso, 57 734 que retornaram para tomar a segunda dose e 12 312 idosos imunizados com a dose de reforço.

Com essa procura pela vacinação, influenciada também pela obrigatoriedade do passaporte da vacina para entrar em locais coletivos do Rio, 98,9% da população com 12 anos ou mais no Rio está vacinada com a primeira dose ou dose única.62,6% dos cariocas completaram o esquema vacinal.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade