Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Covid-19: Rio divulga novas datas de vacinação para profissionais de saúde

A partir desta terça (11) até sexta (17), receberão a primeira dose os profissionais entre 30 e 34 anos. A vacinação ocorre exclusivamente das 13h às 17h

Por Agência Brasil Atualizado em 11 Maio 2021, 13h35 - Publicado em 11 Maio 2021, 13h32

A prefeitura do Rio de Janeiro divulgou na terça (10) um novo calendário de vacinação contra Covid-19 para profissionais de saúde. A expectativa é de que todas as idades pendentes sejam atendidas até o fim da próxima semana. Até o último sábado (8), as doses haviam sido aplicadas em profissionais que tinham 35 anos ou mais.

+ Covid-19: Rio vacina pessoas acima de 47 anos dos grupos prioritários

O calendário segue de forma escalonada. A partir desta terça (11) até sexta (17), poderão se dirigir aos postos de saúde para receber a primeira dose os profissionais entre 30 e 34 anos.

São considerados profissionais de saúde: médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares.

+ Nova cepa do coronavírus é encontrada no Rio

Na próxima semana, a vacinação prossegue com quem tem 30 anos na segunda (17). A idade vai sendo reduzida um ano por dia até alcançar os profissionais de 27 anos na quinta (20). Na sexta (21), está previsto o atendimento de quem tem 26 anos ou menos.

Continua após a publicidade

A vacinação para esse grupo ocorrerá exclusivamente no período da tarde, das 13h às 17h. Para demonstrar a profissão, é necessário levar um documento original com foto e comprovante do conselho de classe. A lista dos postos de vacinação está disponível no site do município.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

A prefeitura não informou qual imunizante será aplicado nesses novos grupos de profissionais de saúde. As faixas etárias já vacinadas receberam doses da Coronavac, produzida no Instituto Butantan a partir de parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e da Covishield, produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) via acordo firmado com a Universidade de Oxford e com a farmacêutica inglesa AstraZeneca.

Na semana passada, o município começou a receber o imunizante desenvolvido pela farmacêutica norte-americana Pfizer em parceria com a empresa alemã BioNtech. Uma nova leva de doses começou a ser distribuída hoje (10) aos estados e municípios. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a vacina da Pfizer está sendo aplicada preferencialmente em pessoas com comorbidades.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade