Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Covid-19: número de jovens internados cresce em rede particular do Rio

Pesquisa da Rede Américas aponta que o índice de internações nas UTIs de pessoas entre 18 e 44 anos quase triplicou de janeiro a março

Por Luiza Maia Atualizado em 16 abr 2021, 11h59 - Publicado em 16 abr 2021, 11h56

No primeiro trimestre de 2021, o número de jovens com Covid-19 internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em rede de hospitais privados do Rio quase triplicou.

+ O post emocionante de Ivete Sangalo para o amigo Paulo Gustavo

O balanço da Rede Américas, que administra cinco unidades de saúde na capital, aponta que o percentual de internações de pessoas com idade entre 18 e 44 anos foi de 5,3% em janeiro para 14,7% em março.

Em entrevista ao G1, o coordenador nacional das Unidades de Terapia Intensiva da rede, Victor Cravo, apontou que grande parte dos jovens não apresentavam problemas de saúde anteriores.

+ Covid: restrições são prorrogadas e praia segue proibida até 27 de abril

Continua após a publicidade

O número de internações de pessoas entre 45 a 64 também teve um aumento elevado no período. Na cidade do Rio, a faixa etária foi equivalente a 42% das internações da rede em março, enquanto em janeiro, o percentual era de 18%.

Aumento no índice nacional

O cenário corresponde à situação observada no Brasil como um todo. Um levantamento da Associação de Medicina Intensiva Brasileira confirma que os jovens já são maioria nas UTIs do país. Em março, o índice de pessoas com até 40 anos nas UTIs foi de 52%, sendo o maior já registrado.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Entre setembro de 2020 e fevereiro de 2021, a faixa etária correspondia a 44% dos pacientes nas unidades.

Continua após a publicidade
Publicidade