Clique e assine por apenas 4,90/mês

Saiba como doar alimentos e itens de higiene a moradores de comunidades

Moradores de comunidades como o Complexo do Alemão se organizaram por conta própria e pedem doações

Por Marcela Capobianco - 23 mar 2020, 11h00

Moradores de várias comunidades do Rio se mobilizam, por conta própria, para combater o coronavírus. No último domingo (22), a prefeitura informou que há um caso da doença covid-19 na Cidade de Deus, comunidade da Zona Oeste.

Grupos do Complexo do Alemão, da Maré, da própria Cidade de Deus, Acari, Baixada Fluminense e outras áreas estão fazendo campanhas de conscientização, com faixas com mensagens de orientação, e de arrecadação de produtos de higiene. Sete litros de sabonete líquido foram doados a algumas clínicas do Complexo do Alemão que estavam sem o produto.

+ Traficantes ordenam toque de recolher na Rocinha.

Na Maré, acontecem campanhas de doação de água e itens de higiene. A ideia é produzir cartazes e faixas com avisos pela comunidade, e materiais de conscientização para redes sociais e rádio.

Continua após a publicidade

Moradores da Rocinha que precisam de água sanitária, sabão em barra, álcool gel, cesta básica e água mineral podem entrar em contato com o movimento A Rocinha Resiste, pelo perfil do Instagram, ou pelo WhatsApp: 97960-4495.

 + Rafael Mattoso: Por que, mesmo com tanta experiência, ainda não estamos preparados para combater epidemias em comunidades?

A Central Única das Favelas (Cufa) lançou, no último domingo (22), uma campanha para arrecadar doações de alimentos e higiene para os moradores de comunidades no período de isolamento social. Com o objetivo de evitar contato entre as pessoas, as doações devem ser feitas em dinheiro por meio de contas bancárias e/ou uma vaquinha online. Com o valor arrecadado serão comprados itens como sabonete, desinfetante, água sanitária, papel higiênico, escovas de dente e alimentos não-perecíveis.

+ William Reis, do AfroReggae: A situação das favelas em meio à quarentena

Continua após a publicidade

Para quem quiser contribuir, os dados para depósito são:

Central Única das Favelas do Rio de Janeiro – CNPJ: 06.052.228/0001-01

Bradesco – 237

Agência: 0087
C/C: 3582-3
Itaú – 341

Agência: 0402
C/C: 17369-4

Ou basta clicar no link da Vaquinha.

Publicidade