Justiça nega pedido de suspensão do Uber

Na quinta (29) , a desembargadora Márcia Alvarenga negou o pedido da prefeitura e do Ministério Público, que entraram com um recurso contra o aplicativo

A prefeitura do Rio e o Ministério Público estadual entraram com um recurso contra uma sentença da 6ª Vara da Fazenda Pública que permitia o funcionamento do aplicativo Uber. No entanto, o pedido, de abril deste ano, foi negado pela Justiça.

+ Último debate dos candidatos à prefeitura do Rio vira festival de memes 

Na quarta (28), o recurso foi distribuído para 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio e, na quinta (29), a desembargadora Márcia Alvarenga negou o pedido da decisão, o que favorece o aplicativo.  

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s