Dez programas imperdíveis neste fim de semana

VEJA RIO selecionou dez atrações para deixar seu fim de semana mais animado. Destaque para o show de Pabblo Vittar neste sábado (21), no Vivo Rio

Música – Pabllo Vittar

 (Monica Imbuzeiro/Agência O Globo)

Em 2017, Pabllo Vittar tomou o mundo como um furacão: estrelou com Anitta e o trio eletrônico Major Lazer o clipe Sua Cara e roubou a cena no Rock in Rio, com badalada apresentação em um estande patrocinado e participação no show da americana Fergie. Drag queen mais seguida do planeta nas redes sociais, com 4,6 milhões de curiosos no Instagram e mais de 400 milhões de visualizações no YouTube, o fenômeno pop, nascido Phabullo da Silva, no Maranhão, estreia a Festa da Pabllo, com convidados e DJs. No Rio, a cantora divide o palco com Preta Gil, com quem gravou Decote, no repertório ao lado do hit Corpo Sensual.

Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo. Sábado (21), 21h. R$ 120,00 (pista, 2º lote) a R$ 360,00 (camarote open bar).

Música – In Flames

Expoente do death metal nórdico, o In Flames vem ao Rio pela primeira vez nas suas quase três décadas de carreira. Formado em 1990, o grupo sueco mostra aos cariocas as faixas de seu álbum mais recente, Battles, que rendeu à banda a oitava indicação ao Grammy de seu país. Além das novidades, Anders Fridén (vocal), Björn Gelotte (guitarra), Niclas Engelin (guitarra), Joe Rickard (bateria) e Bryce Paul (baixo) lembram clássicos como Cloud Connected, Only for the Weak e The Quiet Place.

Circo Voador. Arcos da Lapa, s/nº, Lapa. Sexta (20), a partir das 20h. R$ 260,00 (2º lote).

Música – Chick Corea e Steve Gadd

Integrante da banda elétrica de Miles Davis nos anos 60, com quem gravou o lendário Bitches Brew, o genial pianista Chick Corea seguiu na fusão de jazz com rock na década de 70 com o grupo Return to Forever. O baterista Steve Gadd, que tocou com nomes como Paul Simon e Steely Dan, juntou-se ao grupo por um breve período. Mais tarde, Gadd participou de álbuns clássicos de Corea, como The Leprechaun e My Spanish Heart. Reunido, o duo traz ao Rio novo projeto, apoiado por Lionel Loueke (guitarra), Steve Wilson (sax e flauta), pelo cubano Carlitos Del Puerto (baixo) e pelo venezuelano Luisito Quintero (percussão). 

Blue Note Rio. Avenida Borges de Medeiros, 1424, Lagoa. Sexta (20), 21h e 23h30. R$ 200,00 (bar) a R$ 1 200,00 (lounge premium).

Música – Batuque da BOA

 (Felipe Panfili​/Divulgação)

Parque Madureira receberá a maior roda de samba no planeta neste sábado (21). Promovido pela cerveja Antarctica, o evento Batuque da BOA espera receber 5 mil pessoas na festa que contará com a presença das velhas guardas de Império Serrano, Mangueira e Portela, além de shows gratuitos do Fundo de Quintal, Martnália, Sandra de Sá e outros artistas a partir das 13h. Acesse para ver a programação completa e novidades do evento.

R. Parque Madureira, s/n – Madureira. Sábado (21), a partir das 13h. Entrada grátis.

Teatro – Os Vilões de Shakespeare

 (GuiMaia/Divulgação)

Cruéis personagens do dramaturgo inglês são evocados por Marcelo Serrado. Ironia e humor negro permeiam o premiado texto do americano Steven Berkoff. Direção de Sergio Módena (65min). 12 anos. 

Teatro do Leblon. Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon. Sábado, 21h30; domingo, 19h. R$ 80,00. Até 26 de novembro. Reestreia no sábado (21).

Teatro – Josephine Baker — A Vênus Negra

 (Lu Valiatti/Divulgação)

O delicioso texto de Walter Daguerre, estrelado por uma carismática Aline Deluna, narra a apaixonante trajetória da cantora americana que sofreu preconceito em sua terra natal e virou estrela na França (110min). 16 anos. 

Teatro Maison de France. Avenida Presidente Antônio Carlos, 58, Centro. Quinta a domingo, 19h30. R$ 50,00 a R$ 60,00. Até 17 de dezembro.

Gastronomia – Festival AgroSerra

 (AgroSerra/Divulgação)

Festival AgroSerra chega a Niterói neste fim de semana trazendo mais de 50 produtores e empreendedores de verduras e legumes orgânicos, cervejas e cachaças artesanais, doces, compotas e conservas. Sucesso na Região Serrana, onde levou mais de 12 mil pessoas nas edições Palácio de Cristal e Vila do Secretário, ambas em Petrópolis, o evento acontecerá pela primeira vez no Campo de São Bento, em Icaraí, neste sábado (21) e domingo (22), das 9h às 21h. Confira a programação aqui.

Festival AgroSerra – Campo de São Bento. Alameda Edmundo de Macedo Soares e Silva, s/n – Icaraí, Niterói. Grátis. Sábado (21) e domingo (22), a partir das 19h.

Gastronomia – Carioca Beer Festival

 (Carioca Beer Festival/Divulgação)

Até domingo (22), o Carioca Shopping, na Vila da Penha, recebe a edição especial Oktoberfest do Carioca Beer Festival. O evento terá diversos beer trucks de cervejas especiais, food trucks tradicionais e de comidas típicas, além de um karaokê organizado pelo Santokê. Confira aqui todas as atrações.

Carioca Shopping (estacionamento descoberto) – Av. Meriti, em frente à torre comercial do Carioca Offices. Av. Vicente de Carvalho, 909, Vila da Penha. Entrada Grátis.

Cinema – A Guerra dos Sexos

 (Copyright Fox Searchlight Pictures/Divulgação)

Em época na qual se fala muito do empoderamento feminino, um filme como A Guerra dos Sexos vem a calhar. Baseada em caso real, ocorrido em 1973, a história mostra a inspiradora trajetória de Billie Jean King (papel da eficiente Emma Stone, de La La Land). Tenista número 1 do mundo, ela desafiou o machismo ao requerer um prêmio em dinheiro igual ao dos homens. Sem sucesso junto à associação, decidiu criar o próprio torneio, apenas com mulheres. Ao mesmo tempo, Billie, embora casada, começou a se sentir atraída por uma cabeleireira bissexual (Andrea Riseborough). O ator Steve Carell tem presença importante como Bobby Riggs, um tenista fanfarrão e chauvinista de 55 anos. Diretor de Pequena Miss Sunshine (2006), o casal Jonathan Dayton e Valerie Faris acerta no tom suave (e bem-humorado) sem perder o foco no posicionamento crítico. Feminismo e homossexualidade no esporte são apresentados em um histórico episódio de superação. Direção: Jonathan Dayton e Valerie Faris (Battle of the Sexes, EUA/Inglaterra, 2017, 121min). 12 anos.

Exposição – Vamos Comer

 (Luiz Ludwig/Divulgação)

Marco do modernismo, o Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade, lançado em 1928, foi resgatado como um dos ingredientes do tropicalismo há cinquenta anos e, agora, inspira a mostra Vamos Comer. A partir de quarta (18), no Espaço Cultural BNDES, a exposição celebra o movimento de Cae­tano, Gil e outros bambas com obras que unem tecnologia e arte. Visitantes vão usar roupas com sensores de movimento que interferem na iluminação de uma das obras, criar colagens e cartazes virtuais (foto) ou desenvolver, através de palmas, peças sonoras inspiradas em músicas. 

Espaço Cultural BNDES. Avenida Chile, 100, Centro. Segunda a sexta, 10h às 19h. Grátis. Até 1º de dezembro. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s