Clique e assine por apenas 4,90/mês

COMER & BEBER 2018/2019: Rafael Costa e Silva é o chef do ano

O dono e mestre-cuca do Lasai incluiu o Rio na rota dos melhores destinos gastronômicos do mundo

Por Fábio Codeço - 27 jul 2018, 08h00

Cozinheiros de prestígio, a eslovena Ana Ros, o indiano Gaggan Anand e o peruano Virgílio Martinez estrelaram episódios da conhecida série Chef’s Table, exibida na Netflix. Eles têm outra coisa em comum: em visita ao Rio, reservaram espaço na agenda para preparar um jantar a quatro mãos no Lasai. Curiosamente, o dono do restaurante em Botafogo, anfitrião e parceiro desse trio ilustre, não faz o gênero chef celebridade. Dá poucas entrevistas e raramente participa de programas de TV. Todas as atenções do carioca e flamenguista Rafael Costa e Silva estão voltadas para a cozinha — desde cedo, aliás. Depois de estudar e trabalhar em Nova York, ele passou dez anos em San Sebastián, na Espanha, meca da culinária de vanguarda. Lá, deu duro ao lado do grande Andoni Luis Aduriz para encantar a clientela do renomado restaurante Mugaritz. A boa trajetória no exterior contribuiu para cercar de expectativas a notícia da inauguração do Lasai, em 2014. No ano de estreia, sua casa entrou para a lista dos cinquenta melhores restaurantes da América Latina (na 16ª posição) e, em 2016, conquistou uma estrela no Guia Michelin. A rotina de trabalho do chef, que em geral vai das feiras do circuito orgânico, por volta das 6h30, ao último serviço no salão, de madrugada, foi amenizada pelo nascimento do primeiro filho, Emiliano, em abril. A vontade de inventar, essa não passa. “No mesmo menu podemos preparar carne na brasa com cebolinha e folha de mostarda e um prato em que são usadas técnicas modernas”, diz. A ideia é que o produto brilhe — alguns vegetais incomuns, como batata-laranja e beterraba-branca, são cultivados em horta própria. A propósito: Costa e Silva já avisou que vem aí uma nova leva de jantares com grandes chefs. Além dele, é claro.

Publicidade