Continua após publicidade

Lembra do macaco Tião? Virou cerveja no BioParque do Rio!

A cerveja é artesanal, do tipo lager clara, puro malte e será vendida exclusivamente no Buteco do Tião, instalado no parque de São Cristóvão

Por Marcela Capobianco
4 jul 2024, 17h43

Quem viveu no Rio nos anos 1980 e 1990 certamente se lembra do icônico macaco Tião, o mais famoso morador do extinto jardim zoológico carioca, que viveu por lá uma vida de fama e glória até falecer em 1996.

Pois bem, o BioParque do Rio, atual nome do zoo, acaba de lançar a Cerveja do Tião, em homenagem à figura.

A cerveja é artesanal, do tipo lager clara, puro malte e de baixa fermentação. Com teor alcoólico de 5,5%, a bebida será vendida exclusivamente no Buteco do Tião, que fica no BioParque.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

A iniciativa é fruto de uma parceria entre a cervejaria artesanal Elbers Bier, o BioParque do Rio e o Instituto Conhecer Para Conservar. Parte dos recursos arrecadados com a venda da cerveja será destinada aos projetos de conservação da biodiversidade desenvolvidos e apoiados pelo Conhecer Para Conservar.

Continua após a publicidade

+ Concurso vai premiar melhor pastel e sanduíche da orla

Carismático e um tanto quanto ranzinza, o chimpanzé chegou a ser candidato a prefeito do Rio de Janeiro em 1988. A iniciativa, que não passava de uma crítica bem-humorada à situação política da época, foi capitaneada pela revista de humor Casseta Popular (do grupo que, mais tarde, criaria o humorístico Casseta e Planeta a TV Globo).

+ Antonio Banderas vai a restaurante de Claude Troisgros e dá rolé no Vidigal

A campanha do animal ao posto executivo ganhou repercussão nacional, com o slogan “Tião, Tião, o candidato do povão”.

Continua após a publicidade

Ele chegou a receber 400000 votos, que, se validados, teriam rendido ao bicho o terceiro lugar na disputa. Esse feito garantiu a Tião um lugar no Guinness World Records como o chimpanzé que recebeu mais votos no mundo.

Degustar a cerveja é, sem dúvida, brindar a memória do Rio de Janeiro. “Tião foi único! É emocionante ver sua memória ser celebrada de uma maneira que também promove a conscientização e a conservação”, diz Marcos Traad, zootecnista e diretor técnico do Grupo Cataratas.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.