Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Bons drinques: as novidades em cartaz em três bares de alta coquetelaria

Chefe de bar do Nosso, Daniel Estevan lançou recentemente oito criações com nomes inspirados em gírias cariocas, como o 1980 chocante aí da foto

Por Carolina Barbosa Atualizado em 17 set 2021, 10h29 - Publicado em 17 set 2021, 06h00

De tempos em tempos os endereços dedicados à boa coquetelaria renovam as cartas. No Stuzzi (Rua Dias Ferreira, 45, Leblon, 99138-4663.), a afinada dupla Lelo Forti e Alex Miranda incorporou dez novidades, como o zucca & mandorle (R$ 36,00), de uísque bourbon, geleia de abóbora com coco, leite de amêndoas com café e perfume de canela.

Nosso -
Nosso – 1980 chocante Agência Belê/Divulgação

Chefe de bar do Nosso (Rua Maria Quitéria, 91, Ipanema,  99619-0099), Daniel Estevan lançou recentemente oito criações com nomes inspirados em gírias cariocas. Entre eles sobressai o levemente amargo e equilibrado 1980 chocante (R$ 39,00; foto), mistura de brandy de jerez com vermute tinto clarificado no chocolate branco e Campari na brasa, guarnecido de crocante salgado.

Egresso do Êtta, Wanderson Castro, mais conhecido como Waguinho, assumiu o The Rooftop do hotel Yoo2 (Praia de Botafogo, 242, ☎ 3445-2000), com a saída de Roger Bastos. De sua autoria, o vai malandr@ (R$ 37,00) combina uísque com água de coco, suco de limão, xarope de amêndoas, cumaru, servido em coco e decorado com flores. É necessário reservar.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade