Clique e assine por apenas 4,90/mês

Antiquarius reabre apenas para delivery com pratos individuais

Após quase dois anos do fechamento da casa, no Leblon, o clássico restaurante português, reduto de celebridades, aposta em preços promocionais no retorno

Por Carolina Barbosa - Atualizado em 5 jun 2020, 10h30 - Publicado em 5 jun 2020, 10h15

Foram quase dois anos de hiato. Após o fechamento do tradicional endereço na Rua Aristides Espínola, no Leblon, frequentado por políticos e celebridades (inclusive Madonna e Mick Jagger), o Antiquarius voltou. Sob mesma direção, desta vez o premiado restaurante português fundado em 1977 pelo falecido Carlos Perico funciona apenas no sistema de delivery. Da cozinha instalada em Botafogo, saem receitas como o tradicional arroz de pato, atualmente em preço promocional de lançamento (por R$ 53,60; individual), e os clássicos pastéis de nata (R$ 19,00; duas unidades).

+Chefs renomados investem em restaurantes mais acessíveis

Pastéis de nata: prontos para entrega Antiquarius/Divulgação

Além do formato digital, sem estabelecimento físico, a nova estratégia da marca substitui os pratos para servir de dois a três comensais (bem fornidos, por sinal) por pedidas individuais com valores mais em conta e menu mais enxuto nesta retomada. Figuram no cardápio ainda preparos como o picadinho à moda do Rio (R$ 50,15), que traz o filé-mignon cortado na ponta da faca, guarnecido de ovo pochê, banana frita, arroz, feijão batido e farofa da casa; e o estrogonofe de mignon com champignon, escoltado por arroz branco e batata palha (R$ 45,90).

+As lives da birita: degustações virtuais ganham adeptos no confinamento

+A varanda gourmet venceu e o churrasco se torna um dos hits da quarentena

Estrogonofe de mignon: também em cartaz no enxuto menu Antiquarius/Divulgação

Para o Dia dos Namorados, o português relança o bacalhau à lagareiro. Os pedidos podem ser feitos via Rappi, WhatsApp (97519-6153) ou pelo Instagram. As entregas abrangem as regiões da Zona Sul, Centro e Barra. “Mesmo após o fechamento do restaurante, recebíamos manifestações dos clientes saudosos de nossos pratos, então, devido ao isolamento social e as pessoas estarem cada vez mais utilizando o delivery, decidimos retornar nossos serviços”, conta Waldir, gerente de operações. Que seja bem-vindo (de volta)!

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade