Imagem Blog

Otavio Furtado

Por Otavio Furtado, jornalista e consultor de diversidade & inclusão Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Continua após publicidade

Drayson Menezzes se inspira em João Diamante para personagem de série

Ator interpreta um chef de cozinha na produção No Ano Que Vem que estreia hoje no Canal Brasil

Por otavio_furtado Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 4 mar 2024, 10h34 - Publicado em 4 mar 2024, 07h48

Não é só no nome – João – que o personagem de Drayson Menezzes lembra um dos chefs de cozinha mais respeitados no Rio. Para compor o personagem em No Ano Que Vem o ator se inspirou em João Diamante, chef que já conhecia antes mesmo de fazer os testes para participar.

“A autora da série já tinha no próprio texto essa inspiração na história do João Diamante. No teste ela e as diretoras já tinham comentado sobre. Foi uma homenagem bonita e quando comentei que faria o personagem inspirado nele o João ficou feliz”, comenta Drayson. “Conheci o João numa palestra do Instituto Identidades do Brasil e pesquisei mais sobre a história dele pra construir o personagem. Mas não é uma biografia do João e sim uma inspiração”, completa.

João Diamante nasceu na Bahia e foi criado no Complexo do Andaraí. Começou sua história com a cozinha cedo mas só teve o primeiro contato com uma profissional quando serviu na Marinha. Infelizmente ainda uma exceção no mundo dos chefs de cozinha com destaque, dominado por pessoas brancas, Diamante que sempre quis ter referências pretas para se inspirar acabou criando um projeto social e virou ele mesmo referência para jovens que sonham seguir essa profissão.

“Apesar da base da gastronomia brasileira ser origem negra, sabemos que segue sendo um meio muito branco . Em algum momento o João (personagem) fala com a personagem da Jeniffer Dias sobre serem pessoas pretas neste ambiente profissional, explica Menezzes.

O ator acredita que, assim como o chef Diamante, seu personagem terá um impacto positivo para quem assiste. “Para mim, como ator negro, é muito legal ser um referencial positivo. A gente sabe que, em especialmente para homens negros é muito fácil se deparar com personagens que reforçam estigmas. O João (personagem) é uma pessoa educada, estudada e que está num lugar de realização pessoal e profissional”, finaliza.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.