Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Manu Müller Manu Müller Por Manu Müller, designer de interiores Novidades e tendências de decoração

Casa Cor 2022 abre portas

De novo num antigo palacete no Jardim Botânico, mostra propicia viagens no tempo: para uma época de glória do Rio e para o futuro de instalações e metaverso

Por Manu_Müller Atualizado em 11 Maio 2022, 10h58 - Publicado em 11 Maio 2022, 10h34

Sob um palacete rosa, na floresta útero oásis que existe em meio à selva de concreto no charmoso bairro do Jardim Botânico, é possível viajar no tempo e reviver os momentos de glória do Rio de Janeiro.

O palacete de 2,5 mil m2 que recebeu políticos, artistas e pessoas da alta sociedade carioca foi decorado pessoalmente pelos proprietários, Odaleia e Jorge Brando Barbosa, com móveis, arcos, portais e esculturas garimpados em antiquários e igrejas do interior do Brasil.

Hoje, o icônico casarão ganhou mais uma vez uma atmosfera contemporânea, sedeando pela segunda vez o Casa Cor, em sua edição 2022. É sempre um compromisso da mostra fazer o público se emocionar com o tema – “Infinito Particular”. São variedades de interpretações, olhares e sentidos.

Ao todo, são 45 ambientes projetados por 43 arquitetos, designers de interiores e paisagistas. Este ano, a mostra está cheia de novidades. A começar pela Vila Casa Cor, com espaços residenciais e comerciais no meio da abundancia verde de 12 mil m2 de Mata Atlântica. O objetivo foi colocar o visitante em contato com a vegetação, aproveitando melhor os espaços externos. Os organizadores quiseram utilizar mais os pátios e jardins da casa, além de fortalecer o olhar da sustentabilidade.  As construções das vilas são todas de técnicas e métodos sustentáveis.

Rio de Janeiro é tropicalidade, sol e muita natureza. Há muitos ambientes fluidos, que propiciam a convivência, sempre banhados de luz e ventilação natural, como o espaço do arquiteto Dado Castelo, onde a cor branca predominou com muita elegância.

Os espaços multifuncionais, materiais naturais e a sustentabilidade são as principais tendências dessa mostra. Arte também é um dos grandes destaques este ano. Ela aparece nas mais variadas formas.  Outra parte essencial na experiência Casa Cor está na instalação da artista visual Maritza Caneca, que transformou a piscina pink numa instalação hipnotizante.

Tive o grande prazer de entrevistar Maritza, que começou sua carreira na década de 1980. Entre suas mostras recentes, está a série de “Piscinas”, sucesso internacional, tendo a água como protagonista.

Manu: Existe moda na arte?

Continua após a publicidade

Maritza: Acredito que moda e arte estejam muito conectadas, ambas são formas de se expressar. A moda é influenciada pela arte, como o estilista francês Yves Saint Laurent, que teve seu trabalho influenciado pelo pintor Mondrian.  Mas o oposto também acontece: a moda também influencia a arte. Amo passear, olhar as vitrines das lojas, ver campanhas de moda… Isso tudo me inspira. Vejo os estilistas como artistas que usam o tecido como seu objeto de trabalho. Tanto a moda como a arte têm a capacidade de retratar a história.

Manu: A arte interfere na ambientação?

Maritza: Para mim, a arte interfere muito na ambientação, e não há nada mais gratificante do que ver uma piscina minha emocionar uma pessoa ao ponto de tê-la em sua casa. Os trabalhos que tenho na minha casa, meus e de outros artistas, cada um tem um significado, ou memória ou emoção. E tem um grande impacto na ambientação.

Manu: A arte on-line (metaverso) veio para ficar?

Maritza: Acho que essa é a pergunta que estão todos se fazendo, mas ainda não sabemos a resposta. Acho interessante, pois é uma nova forma para nós, artistas, viabilizarmos o nosso trabalho. O Bam’boo bar é um espaço metaverso e está incrível, com trabalhos muitos bacanas. Eu tenho um trabalho lá, mas gosto do contraste também, da minha piscina escultórica do lado. Acho legal quando o novo e o antigo conversam em um mesmo ambiente.

Programa obrigatório para os amantes da arquitetura e decoração, a Casa Cor fica em cartaz até dia 26 de junho. Boa visita!

Instalação Maritza Caneca
Instalação Maritza Caneca Arquivo Pessoal/Reprodução
Instalação Maritza Caneca
Instalação Maritza Caneca Arquivo Pessoal/Reprodução
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês