Imagem Blog

Manu Müller

Por Manu Müller, designer de interiores Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Novidades e tendências de decoração
Continua após publicidade

Arte além das bordas: o poder das molduras

Conhecida como “acabamento” para os quadros, a moldura ajuda a valorizar a obra de arte e também integrar-se a ela

Por Manu_Müller Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
22 Maio 2024, 15h08

Os quadros contribuem para dar mais vida e personalidade à sua parede. E claro que as molduras não ficam de fora: elas são suas aliadas na busca pela beleza.

A “roupa”

As molduras têm a capacidade única de realçar e acentuar os detalhes essenciais das obras, adicionando uma camada extra de sofisticação e elegância aos ambientes. Elas podem variar significativamente em estilo, desde opções clássicas até designs modernos e minimalistas.

Uma maneira de iniciar o processo de seleção é considerá-las como a “roupa” do quadro. Assim como você escolhe suas roupas combinando diferentes peças, da mesma forma você vai escolher seus quadros e suas molduras. Simples assim…

Ao escolher uma moldura, é importante considerar não apenas o estilo do quadro, mas também o ambiente em que ele será exibido. Ela deve complementar a decoração existente, adicionando coesão e harmonia ao espaço.

E para evitar que a moldura ofusque a atenção do quadro, é essencial desenvolver composições  que enalteçam a imagem ou que estejam em sintonia com as cores e a narrativa da obra.

Apenas sugestões…fique à vontade

Para imagens que evocam natureza, recomendo o uso de molduras feitas de madeira natural como freijó, sucupira ou imbuia. Quanto a imagens naturais com tons de azul, como o mar ou céu, molduras brancas são excelentes para manter o foco na imagem e realçar a cor.

Continua após a publicidade
Molduras
Moldura branca para realçar o azul: projeto Marcia e Manu Müller (Andre Nazareth/Divulgação)

 

Molduras
Moldura em madeira (Pinterest/Divulgação)

Para obras como pinturas, gravuras, fotografias em preto e branco ou monocromáticas, uma boa opção são molduras mais leves, com linhas retas. Esse modelo se encaixa perfeitamente com o estilo de obra, proporcionando um complemento sutil que destaca a simplicidade e elegância da peça.

Molduras
Sem erro (Gam Arte e Moldura/Divulgação)

Não podemos deixar de lado o passe-partout  ou paspartur no bom e doce português. Além de aprimorar as molduras, ele também proporciona uma sensação ampliada de perspectiva às pinturas, fotografias e outras obras. Apesar de ser comum o paspatur branco, é possível utilizá-lo em uma variedade de tons diferentes. A ideia é a deixar a criatividade rolar solta!

Molduras
Paspatur (Gam Arte e Moldura/Divulgação)

 

Molduras
Emoldurando a criatividade (Pinterest/Divulgação)

 

Molduras
Moldura de acrílico (Gam Arte e Molduras/Divulgação)

 

Molduras
Descontraído e cool (Gam Arte e Moldura/Divulgação)

 

Molduras
Listras (Pinterest/Divulgação)

Além da estética

A moldura também desempenha um papel na preservação e proteção da arte, protegendo contra danos físicos, como arranhões e impactos, e contra os intrusivos fatores ambientais, como umidade e poeira, prolongando assim a vida útil da peça.

Um café e uma conversa sobre molduras

Nosso bate-papo da vez foi com a expert em molduras Mônica Athayde Lopes. Ela e Raquel Debossans são sócias da simpática Gam Arte e Molduras, localizada na badalada passarela do charme Garcia D’Ávila, em Ipanema.

Manu: Mônica, quais são os diferentes estilos de molduras disponíveis e como eles podem afetar a percepção da obra de arte?

Continua após a publicidade

Mônica: Dentro de uma imensa gama de molduras, dividimos em duas categorias: molduras artesanais, 100% pensadas por nós e fabricadas por nossos artesãos, e a categoria das molduras pré-fabricadas, cujas barras vêm das fábricas do Sul do Brasil para serem cortadas e montadas. Sempre há mais de uma possibilidade no momento de uma criação, e por isso orientamos o cliente a seguir com a montagem que encaixe a proposta do artista com o espaço e o estilo do cliente, ressaltando que a arte deve sempre prevalecer em todas as propostas de montagens, e a moldura nunca deve “competir” com as artes. Esse “olhar” sutil é um dos pontos altos em nosso processo de criação. Trazendo elegância e maior destaque para a obra.

Manu: Qual conselho você daria para alguém que está com dificuldade em escolher a moldura adequada para sua obra?

Mônica: O ideal é experimentar com simulações aqui em nossa loja, onde mostramos as diversas cores, medidas, o tipo de moldura, com profundidade ou não, que seja mais adequado para arte em questão, principalmente alinhar com a decoração do espaço do cliente.

Manu: Mônica, quais são as tendências atuais em molduras para obras de arte?

Mônica: As molduras caixa, retas, formatos mais minimalistas são realmente uma tendência, e no caso das gravuras, fotos, artes em papel, a bossa no momento é usá-las e fazer a arte “flutuar” na montagem, consequentemente dará uma impressão leve de 3D. Já para telas, a montagem marcenaria/marcenaria-vitrine são ótimas opções para uma proposta contemporânea. Outra tendência são as tampas em acrílico, um formato bem atual. Com a arte apoiada em uma base, esta é fechada com uma tampa em acrílico. Além de artes em papeis e tecidos também é possível colocar objetos. Essa base também pode variar de acordo com o tipo da madeira, a cor de fundo variando o passe-partout.

Continua após a publicidade
Molduras
Transparência em arte (Gam Arte e Molduras/Divulgação)

Manu: Como a escolha da cor da moldura pode influenciar a apresentação do quadro?

Mônica: O grande cuidado que se deve ter numa montagem de toda e qualquer arte é não competir com a obra de arte. A cor da moldura deve acompanhar a proposta do artista SEM chamar uma atenção soberba na montagem em questão. Todo cuidado e sutileza na montagem é uma arte por si.

Manu: Quais são os cuidados necessários para manter a integridade da moldura e da obra de arte ao longo do tempo?

Mônica: Não deixar a arte exposta a luz solar; não manter a arte em lugar sujeito a umidade e vapor; não usar álcool ou produto abrasivo para limpeza das madeiras; não manusear o quadro segurando a parte de cima da moldura (isso pode danificar a moldura pois vai tirar do esquadro), sempre manusear segurando pelas 2 laterais, ou usando o mecanismo de penduração no verso do quadro.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.