Fiocruz produz medicamento essencial ao transplante de órgãos

O tacrolimo é utilizado para evitar a rejeição dos pacientes ao rim ou ao fígado transplantado

O Instituto de Tecnologia em Fármacos, unidade da Fiocruz instalada em Jacarepaguá, começou, em março, a produzir as primeiras cápsulas de tacrolimo, medicamento usado para evitar a rejeição de órgãos em pacientes que passaram por transplante de rim ou fígado. Até então, um laboratório particular era o principal fornecedor do remédio ao Sistema Único de Saúde. Em 2013, teve início uma parceria de desenvolvimento produtivo que investiu 43 milhões de reais no pátio fabril e permitiu a transferência da tecnologia para a instituição. Para a Sociedade Brasileira de Nefrologia, a iniciativa pode garantir a regularidade do abastecimento, principalmente em clínicas e hospitais públicos. A demanda, a propósito, é grande: anualmente são realizados quase 8 000 transplantes de fígado e rim, e cerca de 34 000 pessoas utilizam o tacrolimo no país. Em breve, começa ainda a produção de antirretrovirais, além de drogas empregadas no tratamento do Parkinson.

Exército mantém Arena da Juventude, em Deodoro, em uso frequente

+ Pesquisadores descobrem espécie das Ilhas Cagarras na Lagoa

Pastelarias cariocas são processadas por trabalho escravo

+ Fiéis querem arrecadar R$ 2 milhões para restaurar de Catedral

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s