Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Aulas começam presencialmente em março na rede estadual do Rio

No entanto, o ano letivo terá início remotamente em 4 de fevereiro

Por Carolina Barbosa 15 jan 2021, 13h30

Nesta quinta (14), o governo do estado, por meio da Secretaria de Educação, anunciou que o ano letivo nas escolas da rede terá início em 4 de fevereiro, ainda remotamente. A previsão é que, apenas em março, cerca de 10% dos alunos que não dispõem de acesso à internet retornem às aulas presenciais (o que seria 70 000 deles).

Antes, no entanto, os estudantes passarão por uma avaliação para saber se os dez meses de pandemia lhe causaram algum impacto à absorção do conteúdo.

+Covid-19: primeiro carioca deve ser vacinado no Cristo Redentor

“O estado passa a ter, já em março, o seu link patrocinado para a educação, onde professores e alunos poderão navegar no link sem usar a sua conta de conectividade, poderão navegar sete dias na semana, 24 horas por dia”, afirmou o secretário Comte Bittencourt.

Segundo ele, a prioridade do regresso ao sistema presencial é o grupo em situação social mais vulnerável, que não tem como fazer aulas on-line.

Continua após a publicidade

+Coronavírus se alastra pelo Rio: cidade tem agora 28 bairros de alto risco

“A partir de março, estaremos preparados para receber de forma híbrida, no presencial, estes 10% dos alunos de vulnerabilidade social, que serão divididos em cinco grupos, um grupo cada dia da semana, para manter o distanciamento social mais seguro o possível. Vamos dar alimentação e resolver, desta maneira, a conexão pela escola mediando estes 10% da rede que ficaram no processo desta quarentena alongada quase que à margem do processo da educação”, completou o secretário.

Se houver uma redução dos casos de Covid-19, o retorno às aulas será de forma gradual. Mas, em caso de aumento, esta volta não poderá acontecer.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade