Continua após publicidade

Atendimento a mulheres vítimas de violência cresce 45% durante a pandemia

Em 2021, o número de vítimas atendidas no estado já se aproxima do que registrado ao longo de 2020

Por Luiza Maia
Atualizado em 25 jun 2021, 17h32 - Publicado em 25 jun 2021, 17h30

O Rio registrou um aumento de 45% nos atendimentos a mulheres vitimas de violência em 2020 na comparação ao ano anterior. É o que mostram os dados da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

+ Covid-19: festas e boates continuam proibidas no Rio

Ao todo, 4 795 vítimas buscaram apoio através dos Centros de Atendimento à Mulher, contra 3 285 em 2019. O cenário se agrava em 2021. Números da secretaria mostram que, até o mês de maio, já foram realizados 4 031 atendimentos nesses espaços, o que corresponde a 84% do registrado no ano anterior.

“Esse período impactou nos números de diversas formas, por exemplo, ao reduzir a independência financeira de muitas mulheres, com o aumento do desemprego. Sem renda própria, elas têm menos oportunidades para se afastar do agressor, que muitas vezes é o marido ou companheiro”, afirma o secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Matheus Quintal.

+ Covid: número de internados jovens dobra em CTI de hospital público no Rio

Continua após a publicidade

A secretaria atualmente conta com uma estrutura itinerante, chamada Ônibus Lilás, e sete centros fixos de atendimento à mulher: o CIAM Márcia Lyra, no Centro do Rio, o CIAM Baixada, o CEAM Queimados, CEAM Itaguaí, CEAM Natividade, CEAM Japeri e CEAM Três Rios.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Conheça canais para denunciar casos de violência:

  • Disque 180 – Central de Atendimento à Mulher do Governo Federal.
  • Núcleo Especial de Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem), órgão da Defensoria Pública do Rio – telefones: (21) 23326371; (21) 23326370; (21) 972268267 ou e-mail – nudem@defensoria.rj.def.br.
  • Disque 190 – Polícia Militar.
  • SOS Mulher – Comissão de defesa dos direitos da mulher da Alerj  – telefone: 08000 282-0119.
  • Centro Integrado de Atendimento à Mulher – CIAM Márcia Lyra  Rua Regente Feijó, 15 – Centro/RJ. Tel.: (21) 2332-7199/2332-7200.
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.