Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Vigilância Sanitária orienta foliões que irão se alimentar na rua

Para quem vai curtir os blocos de rua as dicas são evitar alimentos perecíveis e ficar de olho na procedência dos produtos

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 5 dez 2016, 11h31 - Publicado em 3 fev 2016, 15h55

Protetor solar, garrafinhas d’água e óculos de sol são alguns dos itens que não podem faltar na bolsa dos foliões que querem curtir os blocos de rua do Rio sem passar sufoco. Mas, e para comer? Para ajudar cariocas e turistas a não terem problemas com a alimentação, a Vigilância Sanitária faz algumas observações, como levar apenas alimentos frescos e não perecíveis. Outra dica evitar transportar aqueles que precisam de refrigeração, assim como o consumo de molhos e maionese.

+ Saiba como será o esquema do Metrô no carnaval 

Quem irá emendar um bloco no outro e decidir comer na rua deve ficar atento as condições de higiene do local e consumir apenas produtos com procedência conhecida e dentro do prazo de validade. A Vigilância Sanitária estará de prontidão para atender os foliões que presenciarem problemas de higiene na comercialização de alimentos. Todas as denúncias devem ser feitas pelo telefone 1746.

+ Onde comer (e beber) antes ou depois dos blocos

Continua após a publicidade
Publicidade