Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Perigo na Tijuca: número de casos de furtos cresce 145% no bairro em 2022

Na última terça (24), uma mulher precisou passar por cirurgias para reparar a face após levar socos dos ladrões que roubaram seu celular na Professor Gabizo

Por Da Redação 27 Maio 2022, 14h31

Um caso ocorrido na última terça (24) chamou a atenção para o aumento do número ocorrências de furtos na Tijuca. Uma mulher que passava na Rua Professor Gabizo, foi violentamente abordada por dois jovens, que estavam de bicicleta e roubaram seu celular além de socar seu rosto. Ela, que estava a pé e sozinha, teve que ser hospitalizada para cirurgias de reparação da face após o crime, segundo informações da BandNews FM e
do G1.

+ Aviso aos motoristas: prazo para renovação de carteira está se esgotando

Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que a incidência de furtos cometidos no bairro da Zona Norte aumentou 145% em 2022, em comparação com 2021. Só em abril foram registrados 334 casos, contra 99 no ano mesmo mês do ano passado – um aumento de 237%.

Agentes da 18ª DP (Praça da Bandeira) identificaram Jhean da Silva Chagas como o assaltante registrado nas imagens. Com ele também estava uma menor de 17 anos e uma comparsa, que foram detidas pelos policiais como suspeitas de participação no crime. A Polícia Civil informou em nota que chegou aos criminosos após rastrear o telefone roubado. Os agentes encontraram o aparelho da vítima com a menor, assim como a bicicleta usada no assalto, no Morro da Mineira, no Catumbi. A adolescente foi levada para a Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima. A polícia pediu a prisão preventiva de Jhean no plantão judiciário.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

De acordo com o presidente Conselho Comunitário de Segurança da Grande Tijuca, Jaime Almeida, o aumento da incidência de crimes na Tijuca tem como uma das causas a falta de efetivo da Polícia em determinados horários. A Polícia Militar informou que trabalha diuturnamente para coibir a incidência de crimes na Tijuca, além de traba lhar para a identificação e prisão de criminosos que roubam os pertences e o sossego da população.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)