Clique e assine com até 65% de desconto

Salgueiro perde drone em ensaio e o recupera com ajuda de rede social

A escola havia oferecido uma recompensa pelo drone, mas a pessoa que encontrou o aparelho recusou a gratificação

Por Agência Brasil Atualizado em 2 jun 2017, 12h16 - Publicado em 26 jan 2016, 12h42

Depois de um anúncio inusitado em suas redes sociais, o Salgueiro conseguiu recuperar nesta segunda (25) um drone – equipamento voador não tripulado com câmera acoplada – perdido pela escola durante ensaio técnico, no domingo (24), no Sambódromo, centro do Rio. O equipamento será devolvido nesta terça (26). A escola havia oferecido uma recompensa pelo drone, mas a pessoa que encontrou o aparelho recusou a gratificação.

A presidente da escola, Regina Celi Fernandes, publicou um agradecimento em sua página no Instagran informando que o drone apareceu. “Um anjo funcionário público entrou em contato conosco e estará sábado em nosso ensaio, na quadra, para receber uma homenagem pelo gesto”.

+ Confira a agenda de ensaios nas quadras das escolas do Grupo Especial

+ Confira as datas dos ensaios técnicos das escolas de samba

+ Confira a programação dos blocos de rua do Rio

Foi a primeira vez que o Salgueiro usou um drone. O diretor de marketing da escola, Rômulo Groisman, disse que a intenção era fazer imagens aéreas do desfile, que seriam analisadas pela equipe de carnaval para propor eventuais correções até a apresentação oficial. O Salgueiro será a segunda escola do Grupo Especial a desfilar na segunda-feira de carnaval, 8 de fevereiro.

Continua após a publicidade
drone salgueiro
drone salgueiro

 “Mais do que valor material, porque o drone e a câmara não são uma coisa barata, as imagens com a cobertura de todo o ensaio técnico iam ajudar muito no nosso desfile, para saber se é preciso fazer alguma correção ou ajuste”, destacou.

Segundo Groisman, quando a bateria já estava no segundo recuo, na parte final da passarela do samba, o nível de energia do drone caiu, o equipamento parou de responder aos comandos e foi parar do lado de fora da avenida. Um segurança da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) confirmou que o drone tinha voado para o lado de fora e que foi levado por uma pessoa.

Pistas

Antes do reaparecimento do drone, o Salgueiro recebeu mensagens de solidariedade e pistas que  poderiam levar ao paradeiro do equipamento.

A escola não revelou o custo do equipamento nem registrou a ocorrência na polícia, segundo o diretor, para não intimidar a devolução.

As imagens feitas pelo drone no ensaio serão utilizadas pela escola em um vídeo de divulgação no Youtube. O Salgueiro informou que não pretende utilizar o equipamento no desfile oficial.

Continua após a publicidade
Publicidade