Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Rio: Prefeitura cancela festas oficiais de Réveillon pela cidade

Decisão foi tomada por causa do aumento nos casos de Covid-19; Plano B de Crivella era a realização de shows sem público, transmitidos pelas redes sociais

Por Cleo Guimarães 15 dez 2020, 17h34

O prefeito Marcelo Crivella anunciou na tarde desta terça (15), que estão canceladas todas as festas oficiais de Réveillon na cidade. Até então, o plano B para as aglomerações de milhões de pessoas na virada do ano, como na Praia de Copacabana, era a realização de pequenos shows, sem público, em diferentes pontos do Rio  – eles seriam transmitidos em tempo real pela TV e pelas redes sociais da prefeitura.

Covid-19: Crivella tem que explicar à Justiça relaxamento de medidas

Por causa do aumento nos casos de mortes e contaminações pela Covid-19 na cidade, este plano B também foi descartado. “O motivo do cancelamento nada mais é que uma decisão consciente e responsável”, disse o presidente da Riotur, Fabricio Villa Flor.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

De acordo com órgão de turismo da prefeitura, embora o Réveillon Rio 2021 já tenha tenha sido projetado em um novo formato, a opção pelo cancelamento da festa – mesmo sem presença de público, sem queima de fogos e com acompanhamento remoto – foi tomada “em respeito a todas as vítimas e em favor da segurança de todos”. Para o prefeito Marcelo Crivella, a virada do ano “será a hora de dar graças a Deus pelas vidas salvas”.

Coronavírus: morre Paulinho, vocalista da banda Roupa Nova

 

Continua após a publicidade
Publicidade