Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Covid: Com alto risco de infecção, Rio mantém proibição de boate e eventos

Município manteve medidas restritivas. Prefeitura pediu que a população não escolha vacinas, pois todas são eficazes contra o vírus

Por Carolina Barbosa 4 jun 2021, 11h56

O Rio segue com alto risco de contaminação pelo novo coronavírus em todas as suas regiões, segundo o 22º boletim epidemiológico divulgado nesta sexta (4). Por isso, a prefeitura manteve as medidas restritivas para tentar combater a proliferação do vírus.

Logo, continuam proibidas boates, danceterias, eventos com venda de ingressos em áreas públicas e particulares e entrada de ônibus e outros veículos de fretamento que não prestem serviço para funcionários de empresas ou hotéis.

+Expansão verde: Rio terá sua primeira fábrica de árvores em Guaratiba

O município também destacou a queda de mortes por Covid-19. “Nossa taxa de letalidade era mais alta que a de São Paulo. A rede pública de atendimento não era boa. O trabalho feito pelo município vai permitindo salvar mais vidas. Existe o ganho de aprendizado nas equipes de saúde, mas tem aí atendimento de qualidade e rapidez para evitar que morram tanta gente”, frisou o prefeito Eduardo Paes.

+Covid: Rio figura entre as capitais que mais vacinaram com a segunda dose

Ele também pediu que a população não fique escolhendo vacinas, pois todas são eficazes. “Todas funcionam e funcionam bem. Importante tomar as duas doses. Claro que a primeira já dá um efeito, mas a segunda é a que consolida. Tem caso de atestado médico pedindo vacina específica. Isso não vai acontecer”, afirmou o prefeito.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade