Clique e assine por apenas 4,90/mês

Rio fecha 1 em cada 10 vagas de emprego entre 2014 e 2018

Segundo Ministério do Trabalho, 523 mil oportunidades deixaram de existir no período

Por Redação VEJA RIO - 31 jul 2018, 13h59

carteira de trabalho

O Rio perdeu 523 mil vagas de emprego entre 2014 e 2018. O número do Ministéiro do Trabalho representa o fechamento de 13,4% das oportunidades que o estado possuía quatro anos atrás.

A quantidade de vagas extintas no Rio equivale à soma total de empregos com carteira assinada nos estados do Acre, Amapá, Amazonas e Roraima. Só no 1º semestre de 2018, 7000 trabalhadores foram dispensados.

Comércio e construção civil estão entre as áreas mais impactadas pela crise. Entre os últimos meses de janeiro e junho, os dois setores dispensaram 14,6 mil e 5,3 mil pessoas, respectivamente. Exceção no cenário estadual, a parte de serviços criou mais de 10 mil vagas.

Continua após a publicidade

Apesar do contexto desanimador, a crise vem perdendo força no Rio. O número de trabalhadores dispensados caiu de 240 mil em 2016 para 92 mil em 2017.

Publicidade