Clique e assine por apenas 7,90/mês

Rio 2016 prepara operação abafa vaia para Temer

Segundo matéria da Folha de São Paulo, Comitê quer evitar constragimentos como os ocorridos nos últimos eventos esportivos realizados no país

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 11h09 - Publicado em 4 ago 2016, 15h51

O Comitê Rio 2016 está preparando uma operação para abafar um possível vaia durante a fala do presidente interino Michel Temer na Cerimônia de Abertura dos Jogos na sexta (5), segundo informa matéria do jornal Folha de São Paulo. A organização estaria planejando aumentar o som de uma música ou criar efeito sonoro de fundo em alto volume no estádio. A ideia é evitar que as emissoras de televisão captem um possível momento constrangedor com vaias ou xingamentos do público. A fala de Temer irá se limitar a frase: “Declaro abertos os Jogos do Rio, celebrando a 31ª Olimpíada da era moderna”.

+ Rio terá Wi-Fi gratuito durante a Olimpíada

Um episódio constrangedor chamou a atenção de todo mundo durante a festa de abertura da Copa do Mundo em 2014. Naquela ocasião, a presidente Dilma Rousseff foi xingada e vaiada ao menos quatro vezes. Na abertura dos Jogos Pan-americanos em 2007, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi vaiado no Maracanã lotado. Na época, ele estava com a popularidade em alta, e aliados do petista acusaram o então prefeito do Rio César Maia de orquestrar a vaia no estádio. O ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter chegou a pedir educação do público quando Dilma foi vaiada na abertura da Copa das Confederações de 2013, no estádio Mané Garrincha em Brasília.

Publicidade